Um deles é de Califórnia, Norte do Paraná, e o outro é de Itapira, São Paulo. Na essência, César Menotti & Fabiano carregam o sertanejo tradicional, muitas vezes raiz, mas que passou por transformações necessárias ao longo do tempo. A dupla de irmãos, que se apresentou no Villa Mix Curitiba, no último sábado (21), trouxe a bagagem de mais de 15 anos de estrada.

Para o festival, os irmãos preparam um repertório bem tradicional ao que eles já têm feito em suas turnês pelo país. Não faltaram sucessos como os hits que também ficaram conhecidos na voz da dupla, como Nova York e Como um Anjo, mas também teve as músicas que explodiram com César Menotti & Fabiano, como Leilão Ciumenta.

Foto: Lucas Sarzi.
Foto: Lucas Sarzi.

Antes de subirem ao palco, os dois conversaram com a Tribuna do Paraná e disseram que sempre buscam fazer o estilo de música que mais combina com eles: resgatar o sertanejo raiz. “A gente começou no raiz e também trouxemos a modernidade, que veio com a gente. Mas não deixamos de tocar (o raiz) nos shows, pois é a base de tudo. O Villa Mix, por exemplo, tem como base o sertanejo e isso não pode morrer”, explicou Fabiano.

Desde o começo dos anos 2000, quando começaram a tocar, até agora, a dupla acredita que pouca coisa mudou no jeito de César Menotti & Fabiano fazerem música. “A linguagem musical acabou mudando um pouco, a gente se atualizou, mas não mudou muita coisa. Nosso estilo de cantar é o mesmo, mas como tudo se modernizou, a gente tem que ir atrás”, detalhou o irmão de César Menotti.

O show da dupla foi um dos primeiros dessa edição do Villa Mix Curitiba e foram aplaudidos do começo ao fim. Os irmãos, que estiveram em Curitiba recentemente, disseram que tocar na capital do Paraná é sempre um prazer. “Nossa família, grande parte, é daqui de Curitiba. Além do mais, é o Estado em que eu nasci, então, tocar aqui pra gente é sempre muito emocionante”, comentou Fabiano.

Veja a entrevista completa com os irmãos do gogó forte:

Paranaenses brilhando

O Villa Mix Curitiba teve ainda um grande diferencial: valorizou artistas locais, que buscam seu espaço e pouco a pouco estão conquistando. No backstage tocaram Marjourie & Mel e também a cantora Lunara Vaz. À Tribuna do Paraná, a jovem que mora no bairro São Lourenço, em Curitiba, mas nasceu em Dois Vizinhos, no Sudoeste do Paraná, disse que estava vivendo mais um sonho realizado. “Uma alegria muito grande, uma oportunidade maravilhosa. Uma emoção muito grande de fazer parte disso tudo”, definiu Lunara.

Jefferson Moraes se tornou conhecido num quadro do Faustão. Foto: Divulgação.
Jefferson Moraes se tornou conhecido num quadro do Faustão. Foto: Divulgação.

Do outro lado, no palco principal, o ídolo teen curitibano Edu Chociay e o londrinense Jefferson Moraes fecharam o palco principal. Antes de tocar, Jefferson, que ficou conhecido no Brasil todo depois de participar do quadro Iluminados, do Faustão, disse que sua vida mudou completamente. “Graças a Deus a gente tá com um espaço bem legal, já gravamos um DVD em São Paulo e já temos uma música entre as 10 mais tocadas, Beber com Emergência”. 

Tocar na capital do Estado em que nasceu, para Jefferson, foi uma surpresa. “Bom demais, depois que me mudei para Goiânia, esse é o segundo show que estou fazendo no Paraná, estava com saudades”. Ter participado de um programa da TV Globo, para o rapaz, de 23 anos, foi uma experiência enorme e uma grande oportunidade. “Acho que dei muita sorte de ter fechado um contrato depois do Iluminados, isso me ajudou demais. Mas é uma experiencia grande, diferente. A maior experiência que eu tive até hoje”.

A luta de viver de música, segundo Lunara, é vencida a cada dia e não pode se cansar. “Isso porque cada dia a gente vence uma etapa. O mercado da música é muito amplo e tem espaço para todos os artistas, do que está começando aos que já estão lá em cima. Tem que lutar e continuar em frente”.

Veja a entrevista completa com os dois artistas paranaenses:

Cobertura completa

O Villa Mix Curitiba teve mais de 10 atrações. Além de César Menotti & Fabiano e também dos dois paranaenses, Lunara Vaz e Jefferson Moraes, a Tribuna do Paraná conversou com outros quatro nomes importantes que passaram pelo Villa Mix Curitiba. Simone, da dupla com Simaria, falou sobre subir sozinha ao palco por conta de uma infecção que a irmã acabou tendo. A cantora da Bahia também comentou a emoção em ter conquistado tanto até agora.

Já o DJ e produtor musical Alok se mostrou surpreso pelo público curitibano não o ter abandonado mesmo com chuva. Luan Santana contou à reportagem que seu próximo clipe sai mês que vem e a dupla Matheus e Kauan falou sobre suas letras sempre românticas e também sobre o carinho que têm por Curitiba.

Foto: Lucas Sarzi.
Simone subiu ao palco sozinha, sem Simaria, mas deu conta do recado. Foto: Lucas Sarzi.
A chuva não foi motivo para desanimo. Foto: Lucas Sarzi.
A chuva não foi motivo para desanimo do público no show de Alok. Foto: Lucas Sarzi.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto: Lucas Sarzi.
Luan Santana esbanjou carisma e profissionalismo. Foto: Lucas Sarzi.
Foto: Lucas Sarzi.
Matheus e Kauan trouxeram seu romantismo. Foto: Lucas Sarzi.