Parafraseando a música que abria um dos seriados de maior sucesso da TV: ela é a dona do jogo! É assim que a atriz e comediante Cláudia Rodrigues, que aos 49 anos travou uma luta diária contra a esclerose múltipla, pode ser vista, como um valioso exemplo de superação quando o assunto é passar por cima das próprias dificuldades para se reerguer. Nesse embalo, Claudinha, a eterna Marinete, chega chegando nesta segunda-feira (19), em seu retorno aos palcos no 3º Brazilian Comedy Club, aqui em Curitiba.

Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.
Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

A volta aos palcos foi uma forma que Cláudia e sua empresária, Adriane Bonato, encontraram de mostrar às pessoas que a atriz pode sim trabalhar. “Pra mim, fazer as pessoas rirem é tudo. Deus me botou na Terra com o objetivo de fazer as pessoas rirem e quando tive o diagnóstico da doença fiquei travada, senti até medo de ter que parar. Fui desligada da Globo, mas revertemos porque não foi uma demissão justa e conseguimos provar até mesmo que é o trabalho que faz com que a gente fique bem”, considerou Cláudia em entrevista exclusiva à Tribuna do Paraná.

+Leia também: Ana Maria Braga completa cinco mil programas ao vivo. Relembre o primeiro!

Para o show de stand up, que vai ser no restaurante Madalosso e já está com ingressos esgotados, a atriz convidou os comediantes Nerso da Capitinga e o curitibano Diogo Portugal, que vão se juntar a ela e à filha dela, Iza Rodrigues, para uma noite de muita celebração e risada. “É a terceira edição deste festival, que começou exatamente dessa forma e queríamos justamente celebrar o momento. Além disso, acho que as pessoas vão se divertir muito”, comentou a atriz.

Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.
Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

Alerta importante

Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.
Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

Convivendo com esclerose múltipla há quase 20 anos, Cláudia Rodrigues é vista pela família como um milagre. A atriz, que chegou à pior fase da doença, atualmente – depois de uma última internação que chegou a preocupar a família toda – tem um quadro inexplicável que, ao invés de piorar, se regenerou e estabilizou. “Eu me sinto ótima. É claro que vou precisar manter todos os cuidados e medicamentos para o resto da vida, mas estou andando, recuperei minha vida e muito feliz de verdade, ainda mais agora voltando aos palcos”, disse ela, reforçando que para estar bem é importante não só seguir tudo que seus médicos dizem, mas também acreditar e confiar em Deus.

A doença que afeta Cláudia mexe com o sistema imunológico e mexe diretamente com os neurônios, comprometendo a função do sistema nervoso e debilitando a pessoa aos poucos. O que a atriz alerta é que falta informação e que os pacientes precisam estar sempre em constante esforço de superar o problema. “Falta informação mesmo. O que eu tenho a aconselhar é que você fale com seu médico se há possibilidade de fazer transplante de células tronco, pois foi o que transformou minha vida”, disse ela, completando que mudou a alimentação, faz exercício todos os dias, além dos cuidados necessários. “Isso tudo sem contar o apoio de quem está por perto, porque precisamos muito. Eu não seria nada se não fosse a minha empresária e minha filha”.

+Viu essa? Conheça o avião milionário que Sandy e Junior estão usando em turnê pelo Brasil

Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.
Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

Fé, que vem mais!

A volta aos palcos nesta segunda-feira é só o começo. Como forma de fortalecer não só a força de vontade de Cláudia, como também a autoestima e mostrar à si mesma que pode, a empresária da atriz montou, em Curitiba, um teatro para ela e as duas estão planejando muita coisa para os próximos meses. “Esse teatro, mini-auditório Cláudia Rodrigues, vai ser a chance de as pessoas me verem mais de perto. Além disso estamos preparando muitas ações relacionadas ao espaço, para envolver artistas locais, e também estou planejando um canal no YouTube. Vem muita coisa por aí”.

Ao longo destes quase 20 anos com a doença e enfrentando até mesmo as questões problemáticas relacionadas ao seu contrato na TV, Cláudia não perde o sorriso e, muito menos, a vontade de fazer as pessoas sorrirem. “Depois de tudo que eu passei, concluo que o bom da vida é rir. Sorria. Você estar vivo já deve ser um motivo de agradecer e estar feliz. Mas também mantenha a fé, acredite em Deus e coloque sua vida nas mãos dele, você vai ver como vai dar certo”.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Exposição de Sandy & Junior tem roupas, cartas e instrumentos; veja fotos