Começa nesta quarta-feira (25) um ciclo de estudos relacionados a exposição Imagens do Inconsciente, que estará em cartaz até 29 de maio no Museu Oscar Niemeyer. As discussões serão realizadas de 25 a 27 sob o tema O Mundo das Imagens, e terminará no dia 28 com a apresentação de palestras sobre as Imagens do Inconsciente: Arte e Ciência. A participação é gratuita.

Pelo caráter universal dos temas abordados, o ciclo é aberto a estudantes e profissionais de diversas áreas do conhecimento como psicologia, psiquiatria, arte, história, educação, antropologia e a todos os interessados no estudo da alma humana. O MON promove este evento em parceria com o Museu de Imagens do Inconsciente, do Rio de Janeiro, que desde 1980 a instituição vem realizando documentários audiovisuais que sintetizam as principais pesquisas realizadas pela psiquiatra, Nise da Silveira, e por seus colaboradores.

Entre esses colaboradores, estarão coordenando e participando dos trabalhos do curso o responsável pelo setor de Pesquisa e Divulgação do museu carioca, Eurípedes Júnior, e a psicóloga e coordenadora de Projetos do museu, Gladys Schincariol. As palestras e o debate final, no dia 28, contará também com a participação do diretor do Instituto Municipal de Assistência à Saúde Nise da Silveira, o médico Edmar Oliveira, do artista plástico e diretor do Espaço Aberto ao Tempo ?uma unidade do instituto-, Lula Vanderley, e da coordenadora geral de Documentação e Informação do Ministério da Saúde, Márcia Rollemberg.

Os documentários a serem apresentados durante o curso abordam casos clínicos e temas de interesse psicológico que possibilitam maior divulgação dos conhecimentos científicos pesquisados Nise da Silveira. Ela foi a responsável pela implantação da Seção de Terapêutica Ocupacional, criada em 1946, no Centro Psiquiátrico Pedro II. O Centro hoje é denominado Instituto Municipal de Assistência à Saúde Nise da Silveira, em homenagem à médica que revolucionou o tratamento psiquiátrico com a criação de atividades nos ateliês.

Para abordar o trabalho científico desenvolvido pela psiquiatra, o curso O Mundo das Imagens é realizado a partir da projeção de documentários, sempre seguidos de debates coordenados pelos membros da equipe do Museu de Imagens do Inconsciente. Eles contam com textos da própria psiquiatra e são ilustrados por mais de mil imagens, a maioria pertencente ao acervo do museu.

Parte do curso faz um paralelo científico aos trabalhos de alguns dos oito artistas apresentados na mostra em cartaz no Museu Oscar Niemeyer. Os autores freqüentavam os ateliês criados por Nise da Silveira. A primeira abordagem do curso será realizada, no dia 25, a partir das 18h30, com a apresentação de três audiovisuais intitulados: O Museu de Imagens do Inconsciente, Entrevista com Nise da Silveira e Paixão e Morte de um Homem, conforme programação abaixo.

A interpretação da Abstração e Geometrismo sob a ótica de Nise da Silveira será o foco do curso no dia 26, a partir das 14h30. Baseado nos documentos do atelier de pintura e em uma panorâmica dos primeiros anos da obra de Fernando Diniz, o documentário mostra que emoção, angústia e o esforço se opõem ao estado de caos e confusão psíquica. Segundo os organizadores, esses estados contrariam a psiquiatria tradicional, a qual interpreta que a abstração e o geometrismo são características do esquizofrênico, significando embotamento afetivo e intelectual.

O segundo vídeo do dia ? Emygdio de Barros- Um caminho para o infinito- interpreta a obra do artista que, após três décadas internado e realizando trabalhos subalternos no hospital, tem revelado um talento ?excepcional? para a pintura quando começa a freqüentar os ateliês.

O curso termina no dia 27, a partir das 18h30, com a apresentação do documentário No Reino das Mães. O vídeo retrata o acompanhamento pela psiquiatra do caso clínico de Adelina Gomes, em sua trajetória de auto-cura por meio das imagens pintadas por ela, de grande apelo maternal. O ciclo de estudos será concluído no dia 28, a partir das 10h, com o ciclo de palestras Imagens do Inconsciente: Arte e Ciência.

O evento reunirá profissionais de diversas áreas para o debate sobre o binômio arte e ciência. Durante os debates também serão abordados a influência do trabalho desenvolvido pelo Museu de Imagens do Inconsciente e a importância de seu acervo na luta antimanicomial.

PROGRAMAÇÃO

CURSO: O MUNDO DAS IMAGENS
*O curso será coordenado pelo responsável pelo setor de Pesquisa e Divulgação do Museu de Imagens do Inconsciente, Eurípedes Júnior, e pela psicóloga e coordenadora de Projetos do museu, Gladys Schincariol
DIA 25: às 18h30
Tema: O Museu de Imagens do Inconsciente
Audiovisuais e Abordagem:
1-Entrevista com Nise da Silveira (55?), concedida ao professor Edson Passeti, da PUC/SP: Pequeno resumo da história e dos métodos de trabalho da psiquiatra, onde a médica sintetiza as principais linhas de seu pensamento.
2- Paixão e Morte de Um Homem (20?): Apresenta uma série de imagens, que contrariaria um dos chavões da psiquiatria tradicional sobre o embotamento afetivo do esquizofrênico crônico. Segundo os coordenadores, por meio do vídeo, é possível acompanhar a paixão de um homem, durante 36 anos, até o exato momento de sua morte, ?comprovando a permanência viva da afetividade em um esquizofrênico crônico?
3- Debate

DIA 26: às 14h30
Tema: Abstração e Geometrismo
Audiovisuais e Abordagem:
1- Abstração e Geometrismo (30?): Baseado nos documentos do atelier de pintura e em uma panorâmica dos primeiros anos da obra de Fernando Diniz, o documentário mostra que emoção, angústia e o esforço se opõem ao estado de caos e confusão psíquica. Segundo os organizadores, esses estados contrariam a psiquiatria tradicional, a qual interpreta que a abstração e o geometrismo são características do esquizofrênico, significando embotamento afetivo e intelectual.
2- Emygdio de Barros-Um caminho para o infinito: Interpreta a obra do artista que, após três décadas internado e realizando trabalhos subalternos no hospital, tem revelado um talento ?excepcional? para a pintura quando começa a freqüentar os ateliês. Críticos de arte como Mário Pedrosa e Ferreira Gullar consideram a obra de Emygdio de grande qualidade artística, o que também faria ruir o conceito tradicional que considera crônicos os indivíduos com mais de 5 anos de internação.
3- Debate

DIA 27: às 18h30
Tema: No Reino das Mães
Audiovisuais e Abordagem:
1- No Reino das Mães: Durante mais de 30 anos, a psiquiatra acompanhou o caso clínico de Adelina Gomes, em sua trajetória de auto-cura por meio das imagens pintadas por ela, de grande apelo maternal. A narração é da própria Nise da Silveira
2- Debate

DIA 28: às 10h
Ciclo de Palestras
*Contará também com a participação do artista plástico e terapeuta Lula Wanderley, do Instituto Municipal de Assistência à Saúde Nise da Silveira, Edmar Oliveira, e da coordenadora geral de Documentação e Informação do Ministério da Saúde, Márcia Rollemberg
Tema: Imagens do Inconsciente: Arte e Ciência
Abordagem: Deverão ser reunidos profissionais de diversas áreas para o debate sobre o binômio arte e ciência. Durante os debates também serão abordados a influência do trabalho desenvolvido pelo Museu de Imagens do Inconsciente e a importância de seu acervo na luta antimanicomial.

Serviço
Local: auditório Museu Oscar Niemeyer
Endereço: Rua Marechal Hermes, 999
Centro Cívico ? CEP: 80530-230
Telefone: (41) 350-4400