Bill Cosby foi acusado de abuso sexual mais de uma década após uma ex-funcionária da Universidade de Temple, Andrea Constand, afirmar à polícia que o comediante teria lhe drogado e lhe violentado em sua casa nas proximidades da Filadélfia. Foi a primeira acusação criminal contra Cosby sobre sua conduta com mulheres.

O promotor do condado de Montgomery anunciou hoje que o Cosby foi acusado de atentado ao pudor agravado – um crime – revertendo a decisão de outro procurador, que não quis acusar o comediante. Cosby, de 78 anos, havia afirmado sob juramento que teve contato sexual consensual com Constand.

Os promotores reabriram o caso depois que novas evidências foram reveladas no processo civil e dezenas de mulheres fizeram acusações similares. Fonte: Associated Press.