Hoje, o pequeno auditório do Teatro Positivo será palco do concerto em homenagem a Rio Novello, que durante anos, interpretou composições de Carlos Gomes pelo mundo.

O Concerto em Homenagem a Rio Novello – Seleções de Carlos Gomes faz parte do Domingo no Câmpus, projeto da Universidade Positivo que tem como objetivo popularizar a música erudita.

Com a presença de seis solistas, incluindo ex-alunos, e sob a regência do Maestro Emanuel Martinez, a orquestra Ensemble Lírico apresentará as óperas: II Guarany, Salvatore Rosa, Quem sabe?, Lo Schiavo e Colombo.

Biografias

Natural da Itália, Rio Novello é um dos grandes destaques da arte lírica brasileira. É professor da Oficina de Música de Curitiba desde 1989, e atua também como convidado em diversos festivais brasileiros de música. Em 2002 comemorou 50 anos de atividades artísticas.

Um dos maiores compositores de ópera do Brasil, Carlos Gomes (1836 – 1896) ganhou destaque após o sucesso de uma de suas primeiras composições, a modinha Quem sabe?, escrita em homenagem a alguns amigos.

Alguns anos depois, quando morava em Milão, Gomes compôs a obra que o imortalizou, o Guarani, inspirada no romance de José de Alencar. Também conhecida como II Guarany, a peça de quatro atos foi representada em toda a Europa e na América do Norte. Ainda na Itália, Carlos Gomes escreveu Salvatore Rosa.

Lo Schiavo foi apresentada pela primeira vez em 27 de setembro de 1887, no Rio de Janeiro, em homenagem à Princesa Isabel. A ópera foi influenciada pelas ideias abolicionistas de Alfredo Taunay.

Compôs sua última grande obra, Colombo, em 1892. O Poema Vocal Sinfônico, como ele chamava, é um oratório em quatro partes, com letra do poeta Zanandini.

Serviço

Concerto em Homenagem a Rio Novello- Seleções de Carlos Gomes. Hoje, às 11h, no Teatro Positivo – Pequeno Auditório (Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, Campo Comprido).

Ingressos a R$10.