Em Deus Salve o Rei, próxima novela das 19h, com estreia prevista para o próximo dia 9, Constantino (José Fidalgo) é o Duque de Vicenza, um nobre com alma de cafajeste. Sedutor, se comporta como fidalgo quando necessário, mas seu melhor papel é o de amante. De alma guerreira, não consegue manter-se longe de uma batalha por muito tempo. Vai se envolver perigosamente com Catarina (Bruna Marquezine), a princesa de Artena.

Estrear na TV brasileira, ainda por cima fazendo par romântico com uma das principais atrizes da nova geração, é uma grande vitória para o português José Fidalgo, em sua primeira novela em solo tupiniquim.

“Estou muito feliz com esta conquista. Como ator, procuro internacionalizar-me e o Brasil já era um destino há muito querido. O fato de assistirmos as novelas brasileiras há mais de trinta anos fomentou esse interesse”, comenta.

Na novela, Constantino é um guerreiro sedutor que tem sede por conquista. Foto: Divulgação/TV Globo
Na novela, Constantino é um guerreiro sedutor que tem sede por conquista. Foto: Divulgação/TV Globo

Guerreiro sedutor

Para ele, o personagem tem um viés muito interessante por se dividir entre a atração que sente por Catarina e seu real objetivo, que é o de conquistar a região da Cália.

“Constantino é um guerreiro, que como qualquer guerreiro tem sede de conquista. O seu grande objetivo se cruza com o de outra personagem, a Catarina. Eles vão procurar lutar pelos interesses em equipe. Resta ver até quando essa equipe vai durar. Ele quer conquistar a região da Cália, tem esse objetivo, e sabe que existe um longo caminho a percorrer, mas a Catarina acaba sendo um desvio…”, explica.

Durante a preparação para o personagem, além das oficinas e aulas específicas para o papel, Fidalgo conta que teve bastante liberdade para a criação das características de Constantino.

“Para além das diretrizes que me foram dadas, há muitas referências históricas e fictícias desta época e depois coloquei minha imaginação para funcionar (risos)”.