A receita de sucesso pode até já ser antiga: irmãos que se juntam para fazer música. Mas quem diria que não seria necessário muito tempo para que três irmãos, que se juntaram para fazer música com leveza, se vissem entre os principais nomes da música brasileira? É dessa forma que Rodrigo, Gabi e Diogo, da banda Melim, podem se enxergar atualmente. Embora continuem humildes e presos ao chão, os irmãos, que ficaram nacionalmente conhecidos depois de participarem do Superstar, da Globo, conquistaram seu espaço e em Curitiba não é diferente: ganharam a cidade.

No último sábado (26), Melim, os ‘donos de Curitiba’, como a reportagem brincou ao apresentá-los durante a entrevista, se apresentou na capital, onde a banda tem um público de mais de 200 mil ouvintes mensais só no Spotify, deixando a cidade em terceiro lugar entre as cinco que mais ouvem os irmãos. Dessa vez, a segunda vinda no ano, chamou a atenção o fato de que o trio não fez apenas um, mas dois shows esgotados para um público de aproximadamente 5 mil pessoas.

+Viu essa? Quer assistir ao espetáculo do Palácio Avenida sem muvuca? Camarotes custam a partir de R$ 30

Desde quando começaram, os irmãos têm percebido que, cada vez mais, seu público se difere dos demais artistas: Melim consegue conversar com as mais diversas idades, a começar pelas crianças. Foi pensando nisso que, nessa segunda vinda a Curitiba no ano, a banda ganhou um horário específico para os pequenos. “É uma responsabilidade muito grande, tocar as crianças, influenciá-las, pois estão começando a formar opiniões. Ao mesmo tempo, é muito bom sentir que a nossa música está tocando de alguma forma”, disse Gabi.

Rodrigo comentou que a banda pensa sobre música exatamente da forma com que conseguiram demonstrar em Curitiba: de forma abrangente. “Quando a gente escreve uma música, a gente já pensa na abrangência, de conseguir atingir o maior número de pessoas possível. É o que a gente quer, chegar no coração das pessoas, levar a nossa mensagem”.

Para o cantor, ver as crianças cantando é especial, mas saber que Melim tem conseguido conversar com os mais diferentes públicos é uma realização. “Quando você vê desde criancinha até os mais idosos cantando a nossa música é muito especial e o que vivemos aqui em Curitiba foi muito lindo. No caso das crianças, é lindo porque é um público que vai crescer e que a gente vai acompanhar todo o crescimento. Isso sem contar o que dizem, que quando temos públicos muito crianças a longevidade da carreira é maior”. Veja a entrevista completa:

Mensagens e homenagens

O show dos irmãos vai muito além da música que fazem: sem contar as letras das canções que lançaram, que por si só já são cheias de mensagens, os irmãos separam inúmeros momentos em que aproveitam para deixar um recado e um pensamento positivo ao público. Além disso, também trazem um pouco da cultura musical que absorveram através de releituras de alguns clássicos de outros nomes da nossa MPB.

“A gente faz releituras que não chegam a ser covers, porque meio que a gente desconstrói a música. Mas é muito legal porque, como atingimos uma galera mais jovem, estamos trazendo um pouco da cultura musical, com músicas que são clássicos, inserindo no repertório de pessoas mais novas e mais jovens”, comentou Gabi. “Cantamos em forma de homenagem e essas pessoas se sentem homenageados mesmo, principalmente por estarmos em nossa geração fazendo isso. Sempre resgatando nossas influências”, completou Diogo.

+Leia também: Pabllo Vittar se apresentará no EMA 2019, premiação europeia da MTV

Rodrigo contou que há algum tempo tiveram uma boa experiência com uma releitura que a banda faz, com Nando Reis. “Íamos tocar na mesma noite que ele, e em nosso repertório temos a música ‘Amor que Não se Mede’. Ficamos preocupados se tirávamos do repertório do show, porque ele poderia não gostar, mas acabamos deixando. Cantamos a música e no fim das contas ele convidou a gente para tocar com ele. Foi incrível”.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

Projeto novo? Tem!

À Tribuna do Paraná, os irmãos que lançaram, recentemente, a música Gelo como single para aquecer para o que ainda virá, adiantaram que vem bem mais som novo do Melim por aí. “Tem um feat chegando, que já está gravado e com data de lançamento. Não podemos dar detalhes, pois não é música nossa, mas a galera vai curtir”, disse Gabi. “Recebemos um convite de uma artista, uma pessoa que todo mundo conhece, gosta, e a gente se sentiu honrado. Vai ser lançada até o final do ano, antes do nosso álbum, que vem no ano que vem”, completou Rodrigo.

Diogo disse que, apesar do single lançado, a banda quer sim investir em discos completos, mas que tudo tem que ser feito com cuidado. “Esse lance de lançar álbum ou single, a gente fica entre emoção e razão. Por trás da nossa emoção tem toda uma estratégia de lançamento. Se fosse por nós três, a gente lançava as músicas sem regra nenhuma, mas com certeza a gente sempre vai buscar lançar não só singles, porque entendemos que o álbum apresenta melhor o trabalho do artista como um todo. Existem músicas que são importantes serem pontuadas e que não são músicas de rádio para trabalhar, então vamos sempre estar mostrando outras músicas, outros lados”.

Show no litoral

Enquanto os novos projetos do grupo não chegam e a banda não volta a Curitiba, fica a dica: no próximo dia 29 de dezembro, Melim voltam ao Paraná, dessa vez para mais um show em Guaratuba, no litoral. Os irmãos se apresentam no Café Curaçao, junto com Lagum e Marcelo Falcão. Os ingressos ainda não começaram a ser vendidos, então se liga na Tribuna do Paraná que logo logo trazemos novidades!

Veja mais algumas fotos de um dos shows do Melim em Curitiba:

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

Zezé Di Camargo & Luciano falam de romantismo, serem referência e novos projetos