Se tem um tipo de jogo que chama a atenção até mesmo de quem não é muito fã de videogame tradicional, os de realidade virtual certamente estão na frente. Isso porque a forma de jogar envolve tanto quem se propõe a aproveitar a tecnologia, que se torna muito mais uma experiência do que um simples jogo. Essa é a ideia do Voyager, um centro de entretenimento de realidade virtual (VR) do estúdio ARVORE, acaba de inaugurar uma unidade no Shopping Pátio Batel, em Curitiba.

Foto: Diego Petri/Tribuna do Paraná.
Foto: Diego Petri/Tribuna do Paraná.

+Leia também: Ator da série ‘Vikings’ vem a Curitiba participar do Geek City

Essa é a primeira unidade fora de São Paulo e faz parte de um projeto de expansão da marca. “Curitiba foi vista como uma cidade estratégica para testarmos o público fora de São Paulo. Ao mesmo tempo, queríamos gente que tivesse sinergia com a cultura pop, geek, games e vimos na cidade uma representação muito grande disso tudo. Além disso, em nossas pesquisas percebemos que faltava um pouco mais de entretenimento como temos em São Paulo, então unimos tudo num ambiente só”, explicou Rodrigo Terra, um dos fundadores da empresa.

A área, que fica no último piso do Pátio Batel, o mesmo do cinema, tem 180m² e faz com que não só os visitantes, mas quem esteja no shopping se encante pela estrutura. Ao todo, pelo menos por enquanto, são 15 experiências variadas de VR, que incluem conteúdos para jogar sozinho ou em grupo, com simuladores e histórias interativas para toda a família.

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Realidade virtual, diversão real

Entre os destaques, está o jogo de combates navais BattleWake, game inédito ainda não lançado no mercado global que já pode ser jogado no Voyager Batel. Mas quem optar pelos mais simples (mas também não significa que sejam super fáceis), tem o Beat Saber, um dos jogos de maior sucesso do momento em VR, onde o objetivo é cortar cubos coloridos com espadas laser e desviar de obstáculos seguindo o ritmo das músicas.

O catálogo de experiências do Voyager Batel, assim como nas demais unidades, será atualizado regularmente e os clientes podem aproveitar tudo que está disponível a cada visita, que pode durar 15, 30 ou 60 minutos.

Segundo Rodrigo, a ideia também é desmistificar um pouco mais a questão da realidade virtual, que ainda é algo muito caro para se ter em casa. “Os equipamentos ainda são de difícil acesso, ainda tem custo muito alto para ter em casa, então construir centros como esse permite acesso às pessoas não só a tecnologia, mas também às experiências de coisas que tem feito sucesso por aqui e fora do país. Isso que nós buscamos: dar acesso. Por isso temos preços para todos os bolsos e jogos para todos os gostos”.

+Continue lendo: Confira os próximos lançamentos da Marvel

Foto: Diego Petri/Tribuna do Paraná.
Foto: Diego Petri/Tribuna do Paraná.

E os preços?

Conforme Rodrigo Terra, a ideia foi trazer a tecnologia atrelada a preços mais acessíveis. “Porque queremos que as pessoas venham, se aventurem, entendam o que é realidade virtual e não só aproveitem o momento, mas voltem”, destacou. Por isso, a jogada mais barata, com duração de 15 minutos, custa R$ 19,90 (de segunda a quinta) e R$29,90 (de sexta a domingo).

Já para quem conhece os jogos e quer se aventurar ainda mais, as opções são duas: 30 minutos por R$34,90 (de segunda a quinta) ou R$49,90 (de sexta a domingo) e 60 minutos por R$59,90 (de segunda a quinta) e R$69,90 (de sexta a domingo). O mais interessante é que você pode jogar quantos jogos der conta no período que estiver utilizando o espaço.

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

Assim como nas unidades da capital paulista, os visitantes do Voyager Batel podem comprar, ainda, um passaporte que dá direito a dez horas de diversão pelo preço de cinco e pode ser usado até o final do ano. O passaporte também está disponível como opção de presente e pode ser compartilhado com amigos em uma única visita ou de forma fracionada, a depender da disponibilidade do espaço.

+Leia também: Três discos de vinil de Sandy e Junior são lançados para fãs colecionadores

Funcionamento

Por estar no shopping, a primeira unidade do Voyager em Curitiba vai funcionar em horários semelhantes aos do funcionamento do Pátio Batel: de segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 11h às 22h. O Pátio Batel fica na Avenida do Batel, 1868, no Batel, em Curitiba. O Voyager é a loja 415, no Piso L4. A idade mínima para os jogos é de 10 anos.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Primeiro SUV compacto da Toyota no Brasil já tem data de estreia