O curta londrinense “O quinto postulado”, produzido pelo Instituto de Cinema e Vídeo de Londrina (Kinoarte), que recebe patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria da Cultura, foi selecionado para a Mostra de Curtas e Médias do CineEsquemaNovo 2008 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN), que vai ocorrer entre 11 e 17 de outubro.
 
O curta foi inspirado na idéia euclidiana de que duas retas paralelas podem se cruzar no infinito. De acordo com a assessoria de imprensa do CEN, a mostra é composta por 36 filmes, que foram selecionados dentre 938 inscritos. Participam do evento produções da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além de co-produções com países como Itália, Cuba e Argentina. 
 
O diretor do curta, Rodrigo Grota, ressaltou a importância de participar do festival. “Fiquei feliz. Esse festival mostra os filmes que possuem uma linguagem mais inovadora, radical. O curta é de 2006 e fazia tempo que eu não mandava ele para um festival”, disse. A seleção dos curtas, médias e longas que vão participar da mostra foi feita pelos próprios realizadores do CEN: coordenador de curadoria, Gustavo Spolidoro, o jornalista Alisson Avila e as produtoras Jaqueline Beltrame e Morgana Rissinger.
 
“O quinto postulado” foi lançado em 2 de julho de 2006 em uma sessão especial do projeto Kinoarte Mostra Curtas, em Londrina. No mesmo ano, o curta recebeu o prêmio de melhor fotografia no II Curta Canoa – Festival Latino Americano de Curta Metragem de Canoa Quebrada. Estrelado por Gustavo Torres e Suzana Proença, e com roteiro original de José de Resende Júnior, “O quinto postulado” vai integrar ainda a 1ª Mostra Marília de Cinema, que vai ocorrer entre 30 de outubro e 2 de novembro.
 
Booker Pittman
 
Outro curta londrinense que está se destacando é Booker Pittman, que foi selecionado para o 8º Festival BrasilNoar, que ocorre entre 27 e 29 de novembro, em Barcelona, na Espanha. “Esta será a primeira exibição fora do Brasil. Esse festival reúne produções brasileiras e dá uma idéia de como estão os curtas”, destacou o diretor, Rodrigo Grota.
 
Ano passado, outra produção da Kinoarte, “Satori Uso”, foi exibida no mesmo festival. “Estamos conseguindo exibir filmes de Londrina dentro e fora do Brasil. Isso dá visibilidade para a cidade. Conseguimos consolidar Londrina nesse meio”, avaliou. Booker Pittman estréia em Londrina no dia 27 de novembro, na 10ª Mostra Londrina de Cinema.
 
O curta estreou no último mês de agosto, no 36º Festival de Cinema de Gramado, onde recebeu cinco prêmios: melhor filme (prêmio da crítica); prêmio especial do júri; prêmio de aquisição do Canal Brasil; melhor direção de arte e melhor música. Recebeu também o Troféu ABD (Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas) para o curta de maior destaque nas seções Mostra Brasil, do 19º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo.
 
O filme integra a trilogia do esquecimento: uma série de filmes sobre a Londrina dos anos 50. O primeiro curta desta série foi Satori Uso. O próximo será “Pausa para a neblina”, sobre o fotógrafo Haruo Ohara (1909-1999).