Retirantes – de sanfona e violadas, o novo CD do Quinteto Violado, faz homenagem a Luiz Gonzaga que nesta Sexta 13 estaria completando 90 anos. O repertório foi cuidadosamente escolhido e levou em consideração a convivência que o grupo manteve, ao longo da carreira, com o Rei do Baião.

A proposta do Quinteto não era fazer um disco com as músicas mais famosas de Luiz Gonzaga e sim àquelas que marcaram de forma mais significativa os encontros do grupo com o velho Lua.

Embora faça parte da seleção conhecidas composições como Que Nem Jiló (Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga), A Volta da Asa Branca (Zé Dantas e Luiz Gonzaga) e Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira), que neste disco, atendendo as constantes reclamações dos fãs do grupo, vem com o mesmo arranjo do primeiro disco do Quinteto (1972), muitas preciosidades, talvez menos populares, foram incluídas. Por exemplo: Jesus Sertanejo (Janduhi Finizola) que compõe a trilha da Missa do Vaqueiro e Forró de Mane Vito (Luiz Gonzaga e Zé Dantas). Com exceção de Asa Branca, todas as outras músicas exigiram novos arranjos.

Além das belas canções, as mais célebres histórias contadas pelo velho Lua, receberam dramatização musical e foram inseridas no disco, como é o caso de Sá Marica Parteira. A história elaborada por Zé Dantas conta um parto no Sertão e era uma das preferidas de Luiz Gonzaga.

A abertura do CD traz um depoimento do próprio Luiz Gonzaga sobre o Quinteto Violado, que representava no cenário da música brasileira “Tudo. A sustança, o tutano do boi, a vitamina, a proteína, Padre Cícero, Frei Damião, Ascenso Ferreira, Lampião, Cego Aderaldo, Nelson Ferreira, Zé Dantas, tudo isto” .

E fecha com São João de Seu Luiz, música que Toinho Alves compôs por ocasião da morte do Gonzagão. No CD a música é puxada por Elba Ramalho e conta ainda com a participação especial de mais 21 artistas: Kleiton e Kledir, Chico César, Cláudio Lins, Xangai, Patrícia França, Paulinho Moska, Banda de Pau e Corda, Joca Gonzaga, Alcymar Monteiro, Cláudia Soul, Flávio José, Gerlane Lops, Israel Filho, Geraldo Lins (Quenga de Coco), Santanna, Silvério Pessoa, Banda Alfabeto, Lú Sanfoneiro, Kiko e Maciel Melo.