A presidente Dilma Rousseff participou na noite desta terça-feira, 08, da abertura da exposição “As mulheres do Brasil”, que poderá ser conferida pelo público até o dia 8 de novembro no Palácio do Planalto. Nas próprias palavras da presidente, a exposição da artista plástica baiana Eliana Kertész “tem a alma da mulher brasileira” e retrata “gordinhas sexies” com imensa “alegria e felicidade”.

“Acho que nas curvas das esculturas da Eliana tem a alma da mulher brasileira e o mais interessante é que o padrão de beleza que ela mostra é um padrão de beleza que nos envolve e nos cativa. São gordinhas sexies, elas são lânguidas, mas também tem uma imensa alegria e felicidade”, discursou a presidente.

“Nós somos multifacéticas, nós somos variadas, nós representamos, aqui, as mulheres, tanto as empresárias, as presidentas da República, as deputadas, as ministras, mas também a mulher da rua, a dona Flor e seus dois maridos, porque tem uma Dona Flor ali dentro. Nós representamos as mulheres. Aqui, no caso da Eliana, eu vou fazer uma homenagem à mulher baiana, mas ela representa, sobretudo, nós, mulheres brasileiras.”

A exposição reúne 62 esculturas em bronze e uma em fibra de vidro – duas delas são do próprio acervo pessoal da presidente. “As mulheres do Brasil” pode ser conferida pelo público de segunda a sexta, das 9h às 18h, e domingo, das 9h30 às 14h – a exposição não abre para visitação no sábado.