Curitiba recebe hoje o diretor e produtor cinematográfico italiano Antonello Faretta. Ele vem à cidade para o lançamento de seu novo filme, Nine poems in basilicata, que é baseado em nove diferentes poemas escritos e interpretados pelo poeta americano John Giorno, apontado como um dos mais inovadores do século XX.

A obra terá uma exibição gratuita na Cinemateca. Posteriormente, Faretta irá realizar uma palestra ao público presente. Nela, irá revelar detalhes de seu novo trabalho – inteiramente rodado em locações na Basilicata, uma pequena região ao sul da Itália – e falar sobre como escrever e dirigir filmes baseados na relação entre cinema e poesia.

“Nine poems é um filme de pensamento contemporâneo, que aborda temas como a essência do ser e os valores da família. É um trabalho de grande profundidade e que tem uma elegância bastante delicada. Tem muita coisa engraçada, mas também muitas cenas emocionantes”, diz o proprietário da Astrolábio Música, Áudio e Multimídia, que é responsável pela vinda do cineasta à capital paranaense, Vadeco.

Faretta tem um currículo extenso de filmes, dos quais muitos já foram apresentados em festivais internacionais, canais de televisão e galerias de arte de todo mundo.

O italiano já colaborou com outros grandes nomes do cinema – como os diretores Abbas Kiarostami, Marco Bellocchio, Saverio Costanzo, Giacomo Campioti, Peter Del Monte e Babak Payami – e é fundador do estúdio de produção independente Noeltan Film, através do qual realiza seus trabalhos e dá oportunidade a jovens autores internacionais.

“Acho que conversar com Faretta e conhecer um pouco de sua vasta experiência como diretor e produtor vai ser bastante interessante para o público”, comenta Vadeco.

Nine poems in basilicata já foi exibido em cerca de vinte países, entre eles Estados Unidos, Japão, Espanha, França, Argentina, Alemanha e Hungria. A apresentação em Curitiba é realizada com o apoio da Fundação Cultural.

Serviço

Exibição do filme Nine poems in basilicata e palestra com o cineasta Antonello Faretta, hoje, às 19h30, na Cinemateca de Curitiba. Entrada franca.