Dois filmes brasileiros autorais – “Hector” e “Toro”, de Edu Felistoque – são lançamentos interessantes e, talvez, importantes nesta quinta-feira, 24. Mas, claro, as maiores atrações são “Elis”, de Hugo Prata, com Andréia Horta excepcional no papel da cantora que era chamada de “Pimentina”, e o novo “Jack Reacher “Sem Retorno”, com o astro Tom Cruise.

Você vai ouvir um monte de besteira sobre o filme. Desconsidere. Pense somente que o diretor Edward Zwick fez um dos grandes filmes de Hollywood no século – “Diamante de Sangue” – e que seu cinema é crítico das instituições. Do Exército, principalmente. Nada mais oportuno no Brasil atual, com tanta gente pedindo o retorno dos militares ao poder.