A cantora interpreta
clássicos da MPB.

Quem se apresenta hoje no festival Estação TIM, um show beneficente para a Liga Paranaense de Combate ao Câncer, é a cantora Gal Costa, com o show Todas as Coisas e Eu, que mistura estética de épocas que vão do tradicional regional de choro, das orquestras que vestiram a música brasileira nos anos 50 e 60 até as modernas.

Todas as Coisas e Eu, produzido por Mariozinho Rocha, é uma antologia da música brasileira. Gal canta clássicos inquestionáveis – Fim de Caso (Dolores Duran), Nervos de Aço (Lupicínio Rodrigues), Alguém como Tu (do modernista José Maria de Abreu com Jair Amorim), Ave Maria no Morro (Herivelto Martins) e Kalu (Humberto Teixeira), ambos os sucessos de Dalva de Oliveira – e um pot-pourri de sambas de carnaval de Noel (O Orvalho vem Caindo, Fita Amarela, Até Amanhã, Palpite infeliz). E também investe em iguarias mais escondidas na história, como a toada sertaneja Dono dos teus Olhos (também de Humberto Teixeira) e o samba de fossa, de boate, E daí?, sucesso de Isaurinha Garcia (e também de Elizeth Cardoso), muito famoso até os anos 60, mas que caiu em esquecimento.

A apresentação será no Teatro Guaíra a partir das 21 horas. Os ingressos estão à venda no local e os clientes TIM, apresentando seu celular devidamente habilitado, podem comprar até dois ingressos por show com 50% de desconto. Confirmando, a arrecadação da bilheteria do espetáculo em Curitiba será destinada à Liga Paranaense de Combate ao Câncer.

Serviço:
Hoje é dia de show beneficente, no Teatro Guaíra, às 21 horas, com Gal Costa.