O Museu Oscar Niemeyer abriu ao público nesta quarta-feira (21) a exposição ?Pablo Atchugarry ? O Espaço Plástico da Luz?. Conceituado na Europa, o escultor uruguaio Atchugarry produz esculturas em mármore que dão a impressão de terem sido feitas de ?leves tecidos?, meticulosamente dobrados e vazados.

Elas são criadas de grandes blocos de mármore bruto ? especialmente o alvo e luminoso mármore de Carrara, o mármore rosa de Portugal e o preto absoluto da Bélgica. As obras de Atchugarry têm sido incluídas em leilões da Christie?s em Londres, Paris e Nova York.

A mostra tem 42 esculturas de pequeno, médio e grande porte, com a produção recente do artista. As obras já foram exibidas em Brasília e São Paulo. Esta é a primeira vez que as obras do artista vêm ao Brasil.

Nascido em Montevidéu (Uruguai), Atchugarry têm obras exibidas em espaços públicos europeus e latino-americanos, também incluídas em diversas coleções públicas e particulares.

Aos 11 anos de idade, Atchugarry já expressava seu talento por meio da pintura. Sem deixá-la, ele sente a necessidade de buscar outras formas de expressão e aproxima-se da escultura. Nas primeiras composições utiliza como matéria-prima o cimento, o metal e a madeira. Em 1972, realiza sua primeira exposição individual e, dois anos depois, organiza em Buenos Aires (Argentina) a primeira mostra no exterior.

No final da década de 70, Atchugarry realiza diversas viagens para a França, Espanha e Itália. Realiza uma exposição individual em Lecco, em 1978, quando descobre seu fascínio pelo mármore. Retorna freqüentemente ao Uruguai, mas, a partir de 1982, decide se estabelecer definitivamente em Lecco, ao receber a encomenda de sua primeira grande escultura, ?La Pietà?, atualmente de propriedade da Basílica de São Niccolò. Lecco fica próxima da cidade de Carrara, região do mármore branco, que é o material de especial predileção do artista.

A partir de 1989, o talento de Atchugarry para a escultura manifesta-se em trabalhos monumentais, expostos em vários espaços públicos na Europa e na América Latina. Em 1999 é inaugurado, em Lecco, o Pablo Atchugarry Museum, onde os visitantes podem apreciar as criações do escultor e observá-lo produzindo as obras.

Os trabalhos públicos multiplicam-se, até que em reconhecimento à sua produção recebe, em 2002, o Prêmio Michelangelo, em Carrara. Recentemente inaugurou novo ateliê em Punta Del Este, no uruguai, onde trabalha durante o inverno europeu. No mesmo local funciona a Fundação Pablo Atchugarry. Atualmente trabalha em uma obra monumental intitulada ?Cosmic embrace? (Abraço cósmico), de 8,6m de altura, a ser instalada em um espaço público na Bélgica.

Exposição:
Pablo Atchugarry ? O espaço plástico da luz
Período Exibição Público? 21 de novembro até 18 de fevereiro de 2008
Endereço: Rua Marechal Hermes, 999
Centro Cívico ? CEP: 80530-230
Telefone: (41) 3350-4400
Horário: de terça a domingo, das 10h às 18h
Preços: R$ 4,00 adultos e R$ 2,00 estudantes
(Não pagam crianças de até 12 anos, maiores de 60 anos e grupos agendados de estudantes de escolas públicas, do ensino médio e fundamental).