A base para a criação da peça foram os longos anos de guerra no Afeganistão. A guerra civil foi iniciada em 1978 com os mujahidin, insurgentes afegãos, que tentavam derrubar o governo comunista. Vitoriosos após longo período de conflitos, os mujahidin substituíram o comunismo por um regime ultraconservador, o Talibã, com o qual os EUA entraram em conflito em 2001.

O espetáculo reflete o martírio de uma nação traumatizada pelas guerras e entregue à tirania dos fundamentalistas. É a história de quatro personagens em condições extremas conectados por um mesmo fato: a guerra civil em Cabul.

O comerciante Madji, sua esposa Zunaira, o carcereiro Tariq e sua mulher Maryam protagonizam um drama existencial para além das fronteiras culturais e espaciais, abordando a questão universal da sobrevivência do homem diante das violências de sua época.

Sobre o Amok Teatro
“Uma loucura, uma espécie de raiva, de dor humana… uma crise de monomania mortífera e insensata” é o significado palavra malásia Amok, e inspiração do Amok Teatro. A companhia, fundada em 1998, é dirigida pela brasileira Ana Teixeira e pelo francês Stéphane Brodt, que concebem as peças a partir da confrontação das idéias de Etienne Decroux, um dos mestres do teatro ocidental do século XX, e de Antonin Artaud, artista multidisciplinar da mesma época. O corpo e linguagem física são o epicentro das idéias destes grandes nomes. As encenações são idealizadas a partir da metodologia desenvolvida por Arianne Mnouchkine do Théatre du Soleil na França.

A companhia desenvolve também uma intensa atividade pedagógica na formação de atores em sua sede, a Casa Amok, situada no Rio de Janeiro (RJ). O espaço abriga os ensaios dos espetáculos do grupo, acolhe outras companhias e é onde acontecem os cursos de formação de atores, como o curso Máscara Balinesa e o curso de mímica corporal dramática. Na Casa Amok são possíveis experimentações e pesquisas que criam história.

A atividade pedagógica desenvolvida pelo grupo poderá ser conferida pelos curitibanos. O curso tem por objetivo desenvolver a expressão dramática do ator por meio de um treinamento que inclui trabalho físico, de voz e improvisação. A técnica de Etienne Decroux é o estudo detalhado do movimento e do gesto para um completo conhecimento dos órgãos de expressão do corpo humano, do controle das articulações, do ritmo e das tensões da musculatura.

Serviço:
Data: de 27 a 30 de agosto de 2009
Horários: de quinta a sábado 21h e domingo 19h
Ingressos: R$ 20 e R$ 10(meia)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h)

Serviço:
Oficina de Técnica e Improvisação
Local: Teatro da CAIXA
Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba
Data: de 28 a 30 de agosto de 2009
Horários: das 13h às 15h
Ingressos: Inscrições gratuitas pelo e-mail amok@terra.com.br
Os interessados devem enviar mensagem com dados pessoais e informar qual é o interesse em participar da oficina
Informações: (21) 2547-3315
Idade mínima para inscrição: 18 anos
Lotação máxima: 20 participantes
O grupo orienta que os participantes utilizem roupas confortáveis.