O ex-empresário do cantor Michael Jackson revelou que tentou sequestrá-lo para ajudar o amigo a se livrar das drogas. Segundo Ron Weisner, o caso aconteceu quando o Rei do Pop estava sob os cuidados da família real do Barém, em 2006. Naquela época, Michael anunciou que gravaria um álbum para o filho do xeique do país, algo que nunca aconteceu e culminou em um processo por quebra de contrato.

“Muitas pessoas na vida de Michael tentaram fazer intervir para ajudá-lo, mas ninguém chegou perto de ajudar”, disse Weisner em livro sobre o cantor, intitulado “Listen Out Loud”. Além disso, o Rei do Pop também planejava fugir para o Barém, caso fosse considerado culpado das acusações de pedofilia.

Weisner conta no livro que ligava inúmeras vezes para Michael na tentativa de mantê-lo longe das drogas. “Eu vou sequestrar ele. Eu vou mandar umas pessoas o sequestrarem e levarem para uma reabilitação no meio do nada”, conta o empresário.