O universo e as peculiaridades da França são o tema da exposição “Francês na sua língua”, promovida pelo Collège International de Cannes-CIC Brésil com a participação dos artistas Rafael Camargo, Paula Calory, Camyla Lopes, Luiz Lavalle, Leila Alberti, Giovana Casagrande e Ezekiel Moura.

Cada um à sua maneira, técnica e estilo, são os autores das obras que retratam a França para os curitibanos (imagens em anexo). A exposição será dividida em duas partes: uma exposição que começa nesta sexta-feira (14), das 19h às 22h, com a mostra dos painéis na sede da CIC Brésil (na Av. Visconde de Guarapuava, 1463) e em outdoors dispostos por Curitiba.

E o ponto alto, que consistirá na criação de um painel diretamente em um outdoor pela artista Paula Calory, agendada para o dia 20.08, das 13h às 18h, com intervenção artística ao vivo na Rua Eça de Queiroz, 1470.

Artistas convidados:

Paula Calory – iniciou sua experiência com o graffiti em 2010 e desde lá, junto a sua formação no curso de Design Gráfico, vem desenvolvendo sua proposta de identidade autoral para as pinturas, ilustrações e peças customizadas. Sua linguagem visual traz ênfase à paleta de cores selecionadas, a aplicação de texturas e as formas simples. Atualmente, seu trabalho dialoga com a transformação de dentro para fora do ser humano e sua aceitação consigo mesmo.

Leila Alberti – graduada em Letras e em Pintura, tem especialização em Poéticas Contemporâneas no Ensino da Arte. Seus trabalhos já foram apresentados em mostras individuais em São Paulo, Santa Catarina, Paraná e nos Estados Unidos Em coletivas suas obras foram conhecidas em vários estados brasileiros e em Paris. Miami, New York e Bologna (Itália). Atuou como professora, palestrante e curadora de exposições fotográficas. Já ilustrou livro infantil e escreveu para colunas de revistas especializadas. Possui obras em acervos particulares e públicos no Brasil, Europa e Estados Unidos.

Giovana Casagrande – natural de Realeza (PR), vive e trabalha em Curitiba. Graduada pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e pós-graduada em História da Arte Moderna e Contemporânea. Atuou com o Coletivo ARTIXX e participou da Bienal Vento Sul 2011. Desde 2007, pesquisa e trabalha com cerâmica. Em 2013, participou da exposição “Coisas de Alice” juntamente com Leila Alberti no Museu Alfredo Andersen. Possui obras em acervos particulares no Brasil e Estados Unidos.

Luiz Lavalle – graduado em Educação Artística Habilitação em Artes Plásticas, tem pós-graduação em Artes Visuais e Filosofia Contemporânea, é professor de pintura e desenho no Museu Alfredo Andersen e pesquisador das linguagens da pintura, desenho e fotografia. Participou de salões de arte em São Paulo, Paraná e Santa Catarina, e em exposições coletivas e individuais em várias cidades brasileiras. Recebeu prêmios por seu trabalho e tem obras em acervos da Secretaria da Cultura de Curitiba, Museu de Arte de Cascavel e Secretaria da Cultura de Ponta Grossa. Foi curador de exposições e jurado de salões de arte.

Rafael Camargo – ilustrador membro da SIB – Sociedade dos Ilustradores do Brasil; vencedor do Salão Internacional de Desenho para Imprensa (Porto Alegre); professor de ilustração na PUCPR – Pontifícia Universidade Católica do Paraná e atualmente publica no Jornal Gazeta do Povo – Caderno Rascunho. Desenvolve o Projeto Super Normais – Tiras em Quadrinhos como ferramenta de educação inclusiva.Tem trabalhos publicados nas revistas Super Interessante, Mundo Estranho, Folha de SP OnLine e Magwerk Alemanha, e projetos ilustrados para Volvo, Positivo, Electrolux, RPC, Editoras Abril, Saraiva, Bom Jesus e Moderna.

Camyla Lopes – designer e artista gráfica, por vezes nômade, mãe de duas felinas, baiana por convicção, devota de São Jorge e que não consegue viver sem trilha sonora, dendê e pimenta.

Ezekiel Moura – ilustrador, cursa Artes Visuais na Universidade Federal do Paraná e possui trabalho marcado por linhas, hachuras, ornamentos e detalhes, muitos detalhes. Com temas que vã,o do místico ao fantástico e forte influência de histórias em quadrinhos, cultura pop e surrealismo, Ezekiel cria seu mundo hipnotizante em preto e branco. Animais fabulosos, personagens sacros e mitológicos são recorrentes em suas obras, sempre retratados à sua maneira única.

Vive La France

A França é o país mais visitado do mundo e o terceiro destino de estudantes que desejam fazer intercâmbio no exterior: dois bons motivos para aprender o idioma francês e conhecer a cultura e história do país.
A CIC Brésil foi fundada em Curitiba em 2007 e funciona em parceria com a matriz do colégio instalada em Cannes, na França. Além das aulas de francês, o CIC Brésil presta assessoria e consultoria para quem deseja estudar na sede francesa, criada em 1931 e que tem como diferencial o amplo campus de 11 mil m², que inclui salas, dormitórios e refeitórios.

Serviço: CIC Brésil – Av. Visconde de Guarapuava, 1463 – Alto da XV – (41) 3206-2606, info@cicbresil.com.br; www.cicbresil.com.br


Confira as obras na Galeria de Fotos.