Está em cartaz, no Tribunal de Justiça de São Paulo, a exposição “O Berço do Barroco no Brasil”, que reúne 43 obras do período Barroco brasileiro. Entre os trabalhos, estão 21 peças atribuídas a Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. As obras do maior artista do Barroco nacional pertencem à coleção do curador da mostra, Marcelo Coimbra. “Essas peças foram expostas no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro, no ano passado, e atraíram cerca de 45 mil pessoas. São obras muito importantes e bonitas”, diz Coimbra.

Além dos trabalhos de Aleijadinho, há santos esculpidos por outros dois artistas: frei Agostinho da Piedade e frei Agostinho de Jesus. Pertencentes à coleção particular do juiz estadual Ary Casagrande Filho, essas peças estão sendo expostas pela primeira vez no País.

Na mostra, o visitante tem a chance de observar a trajetória completa do movimento, que começou na região que hoje compreende a Grande São Paulo, no início do século 17, com a chegada dos primeiros freis portugueses, como forma de doutrinação católica. As obras que retratam o início do Barroco no Brasil foram atribuídas aos freis Agostinho da Piedade e Agostinho de Jesus, e foram encontradas em igrejas de São Paulo. Já as peças atribuídas a Aleijadinho são marcos do ápice do movimento, no início do século 18, e foram trazidas de Minas Gerais, onde nasceu o artista.

“Essas peças foram feitas num período que vai de 1635 a 1660 e mostram como e onde nasceu o movimento artístico barroco no Brasil. Embora tenha nascido na nossa região, em lugares como Itu e Santana de Parnaíba, foi com Aleijadinho que o movimento ganhou projeção”, explica o curador, que completa: “Nossa intenção com essa exposição é resgatar a formação sociocultural do Brasil”.

Entre as obras de destaque, estão uma imagem de Nossa Senhora de Montserrat, atribuída ao frei Agostinho da Piedade; Nossa Senhora da Conceição, esculpida em barro branco cozido e atribuída ao frei Agostinho de Jesus; e o Santo Antônio talhado em madeira policromada, do fim do século 18, de Aleijadinho. As informações são do Jornal da Tarde.

Exposição – O Berço do Barroco no Brasil – Palácio da Justiça (Praça da Sé, s/n). Tel. (011) 3295-5819. Aberta diariamente, das 13h às 18h, até o dia 30. Grátis.