Fátima Bernardes recusou ser a madrinha de bateria da União da Ilha, no próximo Carnaval. Ela alegou
que já está escalada para trabalhar na cobertura da festa pela Globo e por isto não conseguiria se dedicar,
mesmo que por uma só noite, à agremiação, que será a primeira a desfilar na segunda-feira (27 de
fevereiro), com o enredo “Nzara Ndembu – Glória ao Senhor Tempo”.

Fátima Bernardes recusou ser a madrinha de bateria da União da Ilha, no próximo Carnaval. Ela alegou que já está escalada para trabalhar na cobertura da festa pela Globo e por isto não conseguiria se dedicar, mesmo que por uma só noite, à agremiação, que será a primeira a desfilar na segunda-feira (27 de fevereiro), com o enredo “Nzara Ndembu – Glória ao Senhor Tempo”.