Evolução e inovação. Assim tem sido o tradicional Festival de Inverno da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Antonina, litoral do Paraná. O evento, que conta com o apoio da prefeitura municipal, vem ocorrendo de forma ininterrupta há 20 anos. Iniciado no último dia 10, o festival vem atraindo bastante gente, principalmente estudantes.

Para a coordenadora-geral do evento, Lucinha Mion, o fato de ser um festival multicultural acaba chamando a atenção do público. “Disponibilizamos diversas oficinas e apresentações ao longo dos oito dias de duração do festival. Procuramos sempre nos renovar a cada edição e posso afirmar que cada um dos 20 festivais já realizados tem sua própria identidade, um caráter único. Isto e o fato de englobar diversas atividades para todas as idades e públicos, fez deste evento algo já tradicional e de sucesso”, garante. Mion tranquiliza as pessoas que todos os anos escutam o boato de que o evento vai encerrar as atividades. Para ela, já virou uma espécie de rotina ter que lidar com este assunto. “Nunca existiu essa ideia de que iremos encerrar as atividades desta grande atração. Já está virando um melodrama este boato. O festival sempre foi e é um sucesso, então não vemos razão para simplesmente acabar com tudo isso”, afirma.

Ela diz ainda que chegar na 20.ª edição tem um significado especial para quem está envolvido neste meio. “Realizar essa festa a 20 anos seguidos é um grande prêmio para gente. Graças aos nossos parceiros, patrocinadores e também as pessoas que abraçaram esta causa, transformamos em realidade este projeto. A partir da próxima semana, já iremos pensar no que fazer para o festival de 2011”, salienta.

O secretário de finanças e cultura de Antonina, Róbson Luiz Marciniak, mostra-se empolgado com o festival, porém ele lamenta a dificuldade de se obter recursos para realizar tal empreitada. “Além de trazer turistas e movimentar o comércio local, o grande mérito disso é de trazer cultura para a nossa população. É uma festa com uma data estratégica, pois é período de férias para os estudantes. Só é uma pena que gostaríamos de fazer este festival ainda maior, mas a dificuldade para se obter recursos é muito grande”, lamenta.

O 20.º festival, que termina amanhã, conta ainda com diversas atrações teatrais e musicais. Mais informações no site www.proec.ufpr.br/festival2010.