Tornando-se já uma tradição na agenda teatral de Curitiba, o Festival de Verão do Teatro Lala Schneider chega à sua 3a. edição, na qual uma série de espetáculos do repertório da companhia que fizeram sucesso em 2006, poderão ser revistos.

?No ?cardápio? do nosso festival, o público irá ver comédias, dramas, musicais e peças infantis, enfim, rir, chorar, se emocionar, se divertir?, garante Fiani.

O Festival começa nesta sexta-feira com o retorno da peça A Casa do Terror Parte 5, continuação da saga de maior sucesso no Teatro Paranaense, iniciada há 12 anos com a Casa do Terror Parte 1. Nessa continuidade do espetáculo, novamente o mestre das trevas está à procura de uma virgem para saciar sua sede de sangue e os atrapalhados moradores da casa, são incumbidos de encontrar a garota. O espetáculo faz temporada às sextas e sábados à meia-noite, até o dia 17 de março.

Já no sábado, re-estréia o espetáculo Loucas, Nervosas e Equivocadas, uma das comédias de maior sucesso da temporada 2006. O espetáculo concebido também dentro da estética do Teatro do Absurdo, mostra três amigos homossexuais, trancafiados em um apartamento, buscando uma saída para o acomodamento de suas vidas. A peça fica em cartaz sempre aos sábados e domingos às 21 horas até o dia 18 de março, na Sala Edson D´Ávila, anexa ao Lala.

No domingo é a vez dos baixinhos se deliciarem com o espetáculo Dona Baratinha da Silva Só, um dos maiores êxitos da Companhia Máscaras de Teatro em termos de peça infantil. A produção que está em cartaz há três anos, volta para mais uma temporada, sempre aos domingos às 16 horas, até o dia 18 de março.

Na próxima semana, uma série de espetáculos que foram sucesso no X Festival do Teatro Lala Schneider entre novembro e dezembro de 2006, voltam para uma rápida temporada, para que aqueles que perderam possam conferir e quem já viu e gostou, possa ver novamente.

Confira a programação abaixo:

Dia 23/01 estréia O Inferno Somos Nós, texto e direção de Marino Jr. inspirado pela obra do americano Eugéne O´Neil. O espetáculo faz temporada às terças e quartas feiras às 21 horas, até o dia 07 de fevereiro.

Dia 25/01 é a vez de O Berço da Malandragem, musical de Marcyo Luz que mostra a vida boêmia do bairro da Lapa do Rio de Janeiro da década de 50. A peça fica em cartaz até o dia 09 de fevereiro, sempre às quintas e sextas-feiras às 21 horas.

O dia 27/01, traz duas estréias: O espetáculo Fogo e Sangue, adaptado e dirigido por Wellington, a partir da obra de Federico García Lorca. A peça faz temporada no Lala até o dia 11 de fevereiro aos sábados e domingos às 18h30. Já na Sala Edson D´Ávila, volta em cartaz no mesmo horário (sábados e domingos às 18h30 até 11/02), o espetáculo Vem, senta ao meu lado, com dramaturgia e direção de Mateus Zucolotto inspirado pela obra de Tennessee Williams.