Que Solimões dá todo o apoio necessário ao filho Gabriel, de 20 anos, que é gay assumido, todo mundo sabe. Mas agora o rapaz resolveu assumir outro importante caminho em sua vida: a música. O jovem, conhecido como Gabeu, lançou, na última sexta-feira (24), uma música que desafia até mesmo o machismo do estilo musical tão brasileiro.

+Leia também: Música tema do filme ‘Meu primeiro amor’ ganha clipe e versão de cantor curitibano

Intitulado pelo próprio cantor como Pocnejo (se referindo ao termo ‘poc’, usado para se referir aos gays considerados mais afeminados e chamativos), o estilo parece ter vindo justamente para quebrar paradigmas. O nome da música da ‘poc’ é Amor Rural e vem cheia de rimas contando a história de um casal que ainda não se assumiu.

A música vem com muito bom humor, mas ao mesmo tempo melódica e cheia de rimas. Claro que não dá para deixar de dizer: Gabeu foi audacioso em se aventurar numa vertente musical que é completamente machista e cheia de letras relacionadas a pegação e traição heterossexual.

“Vamo assumir o nosso amor rural. Larga a inchada e pega no meu ***. Quero montar na sua cela, cavalgar até ela descobrir que nóis é viado”, diz um trecho da música, composta pelo próprio Gabeu em parceria com Well Bruno. Clique aqui para assistir ao clipe e ouvir a música.

Representatividade

Recentemente, o rapaz foi notícia depois que seu pai, o cantor Solimões, começou a curtir e apoiar a relação homossexual do filho. Solimões até mesmo começou a conquistar mais fãs, não por sua música, mas pela relação carinhosa com o filho, isso porque o cantor, dupla de Rionegro, curte e comenta praticamente todas as fotos do rapaz no Instagram, inclusive as que ele aparece com o namorado.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Sertanejo Solimões abençoa fotos do filho com o namorado