Foto: Divulgação

Compositor Francis Hime mostra as canções do novo disco.

Foi a partir dos versos de Geraldo Carneiro para o samba A invenção da rosa que Francis Hime extraiu o título de seu mais recente CD e show, Arquitetura da flor. Após estrear no Mistura Fina-RJ em maio e passar por São Paulo, a turnê começou a rodar o Brasil – com apoio da Eletrobrás – e chega hoje a Curitiba em show no Teatro Fernanda Montenegro.

A turnê iniciou em Porto Alegre, já passou também por Florianópolis e, depois de Curitiba, segue para Belo Horizonte e Brasília. Este show foi gravado pelo Canal Brasil como um especial de comemoração do seu aniversário, no final de setembro, e depois sairá em DVD pela Biscoito Fino.

Francis Hime acaba de voltar de Portugal, onde fez quatro apresentações de voz e piano. Além de shows em Figueira da Foz e Lisboa, participou de dois festivais de música. Em Porto Côvo, no dia 21 de julho, abriu o Festival Músicas do Mundo 2006 – evento que reuniu músicos de vários países como o rapper da Somália K?Naan, o trio de jazz de vanguarda americano The Bad Plus, o rei da música cigana balcânico Ivo Papsov e a mais jovem diva cabo-verdiana Mayra Andrade. A viagem terminou em Monsaraz, com apresentação no Festival Monsaraz Museu Aberto, no dia 23.

Agora, ele se prepara para mostrar o show de Arquitetura da flor, que traz a sonoridade enxuta do álbum – que explora basicamente as possibilidades de um quinteto (piano, baixo, bateria, guitarra e percussão, com intervenções de sopro), em contraponto à grandiosidade orquestral que caracteriza a maioria de seus trabalhos. Acompanhado por André Santos (baixo elétrico e acústico), Gabriel Improta (guitarra e violão) e Kiko Freitas (bateria), Francis mostra as novas canções do disco, repleto de nuances, no álbum mais confessional de sua trajetória. ?Procurei valorizar melodia e harmonia, dando um tratamento despojado às canções.

?É o disco mais prazeroso que já gravei e acho que o show retrata isto?, resume o maestro.

Além das músicas de Arquitetura da flor, alguns de seus sucessos compõem o roteiro. Entre as inéditas, a que inspirou o titulo do CD, mais quatro novas composições em parceria com Geraldo Carneiro (presentes no álbum): A musa da TV, Mais-que-imperfeito, Mar do amor total e História de amor. Esta última gravada com a participação da cantora Nina Becker, da Orquestra Imperial.

Outras parcerias são: a pérola Sem saudade, um samba composto em 2005, a partir dos originais de um antigo poema de Cartola, entregue ao maestro pela neta do sambista (que no disco conta com a participação de Zélia Duncan); Cadê, com Simone Guimarães; e A dor a mais, última colaboração de Francis com Vinicius de Moraes. A música Desacalanto, feita a quatro mãos com a mulher Olívia, também não ficou de fora, assim como Chico Buarque, o parceiro mais constante, que está presente em Pivete em Trocando em miúdos, Meu caro amigo, Embarcação e Amor barato.

Serviço:

Show: Arquitetura da flor -Francis Hime, hoje às 21h, no Teatro Fernanda Montenegro – Rua Coronel Dulcídio, 517 (Shopping Novo Batel) – Telefone 3224-4986 – Preço: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (para estudantes e terceira idade).