Hoje, às 18h, na Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR), será lançado o livro FUMO: servidão moderna e violações de direitos humanos, de autoria de Guilherme Eidt, advogado membro da organização civil Terra de Direitos.

A publicação retrata da situação dos agricultores que plantam fumo no sul do Brasil. São vários os problemas decorrentes do sistema de integração criado e mantido pelas empresas transnacionais do fumo, entre eles a baixa rentabilidade, abuso de trabalho infantil e juvenil, intoxicação por agrotóxicos, altos índices de casos de depressão e até suicídios.  

Além do autor, estarão presentes um agricultor da região de Tibagi (PR) e sua advogada que farão o relato dos problemas que têm decorrentes da sua prática e também a Procuradora Estadual do Trabalho da 9ª Região de Curitiba, Margareth Matos de Carvalho, que acompanhas as questões de exploração de trabalho em toda a região.

O evento faz parte da programação do I Encontro sobre Direito e Cultura Latino-americanos: Diversidade, Identidade e Emancipação (www.cejur.org.br), promovido pelo setor de direito da UFPR. O lançamento acontecerá na da tenda (pátio da Reitoria) dos Movimentos Sociais, organizada pela Coordenação dos Movimentos Sociais (CMS).

Serviço
Lançamento do livro: FUMO: servidão moderna e violações de direitos humanos
Local: pátio da Reitoria da UFPR – Rua XV de Novembro, 1299
Horário: 18h