Primeira biblioteca brasileira especializada em história em quadrinhos e importante centro nacional formador de profissionais nessa área, a Gibiteca de Curitiba está completando 21 anos de existência. Para comemorar a maioridade desse espaço, que reúne ilustradores, designers, artistas plásticos, pesquisadores, professores, estudantes e simples amantes dos quadrinhos, a Fundação Cultural de Curitiba preparou a exposição Amigos da Gibiteca. Com abertura hoje, às 18h30, no Salão Paraná do Memorial de Curitiba, a mostra traça um painel da atual produção de quadrinhos em Curitiba, considerada uma das mais ricas do País.

A criatividade e o talento curitibanos estarão representados nos trabalhos dos desenhistas Tako X, Marcelo Martins, Nilson Sampaio, Adilson Orikassa, Guinski, Solda, Eduardo Moreira, Marcos Vaz, Darlan Willian, Fúlvio Pacheco, Benet, Gilberto Yamamoto, Paixão, Antônio Eder, José Aguiar, Rafael H. Silveira, Nilson Mueller, Paulo Nery, Key Imaguire, Daniel de Souza Gomes e Tiago Recchia, da Tribuna. Na abertura, acontece também o lançamento do novo gibi Curitibinha, do cartunista Marcos Vaz. A mostra permanece aberta ao público até o dia 21 de setembro, com horário de visitas de terça a sexta-feira, das 9h às 18h; sábados e domingos, das 9h às 15h. A entrada é franca.