guaira090305_1.jpg

Os que foram premiados estarão
em exposição.

Com objetivo de resgatar e manter viva parte da história teatral paranaense, o Centro Cultural Teatro Guaíra realizará de 17 a 27 deste mês a 2.ª etapa da Exposição Troféu Gralha Azul – 25 anos. O evento, que integrará as atividades do Festival de Teatro de Curitiba, ficará aberto ao público diariamente, no saguão de exposição, de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h, sábados, das 17h às 21h e domingos, das 16h às 19h.

A exposição é a mesma apresentada ao público no final do ano, incluindo agora os premiados de 2004. São 25 painéis com fotografias dos artistas premiados desde 1974, quando teve início a premiação.

Participaram da idealização do prêmio Delcy D?Ávila, Yara Sarmento, Edson D?Ávila e Valdir Manfredini, juntamente com a Associação Profissional dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões no Estado do Paraná. A estatueta do Troféu Gralha Azul foi criada pelo artista plástico Ivens Fontoura, em 1976. A premiação é o reconhecimento e incentivo ao trabalho de artistas teatrais paranaenses.

A partir de 1983, Oraci Gemba, na época superintendente do Teatro Guaíra, acolheu a reivindicação da classe e o Teatro Guaíra passou a ser o realizador do prêmio em co-promoção com o Sated/PR e Seped/PR, entidades representativas da área das artes cênicas. Todos os anos uma nova comissão julgadora é formada por representantes do Sindicato dos Artistas e Técnicos, do Sindicato dos Produtores e do Centro Cultural Teatro Guaíra, cuja incumbência, é a escolha dos artistas que serão contemplados com o Troféu.