Luiza Dantas/Carta Z Notícias
Luli Miller: ?Três pessoas para mim já formam um público?.

Luli Miller jura que tinha tudo para nunca pensar em ser atriz. E foi assim que seguiu seu caminho até os 29 anos. Cursando uma pós-graduação na área de Alimentos e decidida a usar seu diploma de farmacêutica para desenvolver uma linha de cosméticos, a gaúcha acabou mudando drasticamente seus planos no ano passado, depois que um olheiro da Globo a convidou para participar da oficina de atores da emissora. No início, o susto e o medo deixaram a intérprete da voluptuosa Gilda de Paraíso tropical com o pé atrás. Mas a curiosidade falou mais alto e Luli deu seu primeiro passo na carreira artística. Foram quatro meses de curso – ao lado de colegas como Grazi Massafera e Cássio Reis, entre outros – e, em poucos dias, já recebeu o convite para a estréia na televisão. ?Fiz um teste para a novela e, uma semana depois, confirmaram meu contrato. Eu estava crua ainda, mas resolveram arriscar?, explica a atriz.

Assim como sua personagem, Luli garante ser tímida e discreta. Esse, aliás, foi o seu maior receio quando começou a gravar suas cenas em Paraíso tropical. Envergonhada ao extremo na hora de falar sobre si própria, a atriz de 30 anos não tinha idéia de como reagiria ao assédio do público e da imprensa. ?Três pessoas para mim já formam um público. Fico trêmula, tensa, sem reação?, exagera a morena, abaixando os olhos azuis.

Luli conta que, aos poucos, está conseguindo vencer essa barreira, mesmo porque os comentários nas ruas sobre sua atuação são cada vez mais freqüentes. Isso graças ao envolvimento de sua personagem com Gustavo, interpretado por Marco Ricca. Segundo a atriz, é cada vez maior a torcida das pessoas pelo casal, apesar da empatia do público com Dinorah, papel de Isabela Garcia, a esposa de Gustavo na trama de Gilberto Braga. ?É engraçado porque o público gosta do trio, mas percebe que a Gilda e o Gustavo têm muita coisa a ver?, opina Luli.

Como seguir a carreira de atriz era algo muito distante de sua realidade, Luli fez a oficina de atores durante os quatro meses de curso e, depois de terminar as aulas, voltou para Porto Alegre. Achava que nada tinha mudado durante o período em que ficou no Rio e tudo não tinha passado de um sonho. Era a hora de acordar. Já estava decidida a retomar sua pós-graduação quando recebeu uma ligação do produtor de elenco André Reis. Deveria viajar para São Paulo e realizar um teste para a próxima novela das oito. ?Fiquei feliz, mas aí descobri que todo mundo que fez o curso comigo foi convidado. Não criei muitas expectativas até o segundo teste?, garante.

Foi com a segunda avaliação que Luli começou a perceber que estava prestes a ingressar na tevê. Quando foi chamada, a avisaram que seria apenas uma apresentação ao Gilberto Braga e ao diretor da trama, Dennis Carvalho. Passado o susto, a gaúcha acertou sua participação na história e, quando começou a se preocupar com a composição da personagem, foi tranqüilizada pela equipe. ?De cara me falaram que a Gilda e eu tínhamos muita coisa em comum. Foi bom, não precisei compor nada. As características dela já estavam em mim?, argumenta.

Agora que se envolveu pela profissão de atriz, Luli só pensa em se especializar. Ela ainda não sabe como vai melhorar suas técnicas de interpretação, mas já tomou uma grande decisão para seu futuro: vai continuar morando no Rio. O primeiro passo para depois que Paraíso tropical chegar ao fim será encontrar uma boa escola de teatro. E, quando se sentir mais segura, Luli pretende ampliar suas possibilidades na carreira. ?Quero fazer teatro e cinema assim que eu estiver com mais base. Vou estudar para ser uma grande atriz?, avisa.

Sonho de ser empresária

Luli Miller é o nome artístico adotado pela atriz para seguir a carreira. Antes de se tornar famosa, a gaúcha usava seu nome de batismo, Luciele Pilau. Apesar da sorte que deu ao entrar na tevê direto no horário nobre e de querer estudar interpretação a partir de agora, Luli ainda sonha em se tornar empresária. Essa seria também uma forma de usar seu diploma, já que a atriz pretende criar uma linha de cosméticos. A vontade de se aventurar nessa área vem desde pequena. É que a gaúcha sempre foi consumidora desses produtos. ?Sou louca por creminhos?, confessa.

Na verdade, a vontade de abrir sua própria empresa de cosméticos foi a real causadora da entrada de Luli na televisão. É que, quando foi descoberta pela Globo, a atriz estava passando uma temporada em São Paulo estudando e trabalhando como modelo. A idéia era conseguir juntar algum dinheiro para, aos poucos, começar a colocar seus planos em prática. Agora, com a fama que sua personagem em Paraíso tropical trouxe, o sonho ficou mais perto de se tornar realidade. Mas a atriz ainda não sabe quando vai colocar os planos em prática. ?Meu nome agora é conhecido, mas vou ter de esperar para poder me aventurar nessa área. Uma coisa de cada vez?, pondera.