Flávio Damm registrou a “vida dos outros” em imagens que o tornaram uma referência do fotojornalismo brasileiro. As 80 fotografias em exibição foram selecionadas a partir de um arquivo pessoal de quase 60 mil negativos.

Entre os trabalhos, em preto e branco, há fotos emblemáticas de sua trajetória profissional, iniciada em 1944, na Revista do Globo. Desde então, suas imagens estamparam publicações reconhecidas no Brasil e no exterior. O Museu Oscar Niemeyer abre hoje a exposição Flávio Damm -fotógrafo para jornalistas e convidados.