Entre os dias 9 e 16 de novembro, os curitibanos poderão conferir centenas de eventos espalhados em diversas regiões da cidade pela Corrente Cultural. Durante a semana, 29 atrações selecionadas em edital realizado pela Fundação Cultural de Curitiba se apresentarão em teatros, ruas da cidadania, espaços musicais, parques, terminais de ônibus e nas ruas da cidade (confira abaixo a programação completa).

No sábado, dia 15, a cidade terá cinco palcos com apresentações de grandes nomes da música nacional, como Elza Soares, João Bosco, Cidade Negra, Rashid e Otto, além de bandas e DJs curitibanos.

A Corrente Cultural é uma união de diversos entes promotores de cultura em Curitiba para oferecer, durante uma semana, uma programação cultural intensa para a cidade. “Em 2014, queremos fortalecer este conceito em mais bairros. São oito dias intensos, quando o curitibano tem a oportunidade de ficar mais próximo da produção cultural feita na cidade”, explica o superintendente da Fundação Cultural, Igor Cordeiro.

Os equipamentos culturais da Fundação Cultural e dos seus parceiros terão uma programação especial entre os dias 9 e 16 e novidades como o Festival Internacional da Linguagem Eletrônica (FILE), promovido em parceria com o SESI-PR, e o Festival Internacional de Cinema da Bienal de Curitiba (FICBIC).

Shows

No sábado, dia 15, acontecem os principais shows da Corrente Cultural. Tudo gratuito. O público poderá acompanhar os shows em cinco espaços diferentes: no já tradicional Palco Riachuelo (montado em parceria com o SESC-PR), Palco Boca Maldita, Palco Ruínas (nas Ruínas de São Francisco), TUC – Teatro Universitário de Curitiba – e na Tenda Eletrônica, que será montada no Largo da Ordem.

As atrações nacionais confirmadas são Otto, João Bosco, Boca Livre, Cidade Negra, Silva, Lucas Santanna, Rashid e a cantora Elza Soares, que fará uma apresentação acompanhada pela Orquestra à Base de Cordas de Curitiba e o jazzista mexicano Faustino Díaz.

Entre as atrações curitibanas estão confirmadas as bandas Confraria da Costa, MUV e Théo Ruiz e Estrela Leminski (estes últimos fazem um show em homenagem aos 70 anos de Paulo Leminski), além do Vocal Brasileirão e do Vocal Brasileirinho, que são grupos fixos da Fundação Cultural.