“Fiquei muito feliz! Não só por ter mostrado minha coleção, mas também por ter contado minha história. Foi emocionante. Me senti literalmente no CEU.” Assim o estilista João Pimenta resumiu sua apresentação desta terça-feira, 01, no CEU Meninos, zona sul de São Paulo. O desfile que Pimenta realizou na unidade educativa foi o mesmo que ele apresentou nesta segunda-feira no line up oficial da São Paulo Fashion Week. A coleção trouxe um homem praieiro, descontraído, mas elegante, que usa cores como azul e preto, calças e camisas confortáveis, mas não abre mão de peças bem cortadas. “Foi muito bonito desfilar as peças em um palco tão diferente e especial”, disse o estilista.

A ação faz parte de uma parceria entre a SPFW e a Secretaria Municipal de Educação, o projeto Moda no CEU, que prevê a apresentação de diversos desfiles em unidades do CEU de várias regiões da capital. “É muito bom ver este interesse todo da população”, comentou o estilista, que participa pela segunda vez da iniciativa.

Antes do desfile de Pimenta, o prefeito Fernando Haddad e Paulo Borges, diretor da SPFW, abriram o dia falando da importância de ações que valorizem a moda e a economia. Haddad ressaltou que tem planos cada vez mais arrojados para as unidades do CEU e que a moda está entre os projetos que unem educação, artes e economia criativa. “É uma ação super importante para a SPFW, pois complementa a iniciativa do evento, que não engloba só desfiles, mas diz respeito a toda uma cadeia produtiva. Esta vai desde a formação de talentos e da educação até a outra ponta, onde produtores de moda e criadores se encontram”, comentou Borges sobre o projeto.

Pimenta também conversou com as cerca de 500 pessoas que lotaram o auditório do CEU Meninos. O estilista, que é mineiro e cresceu em uma família de agricultores, lembrou que para ele foi importante falar não só de seu estilo, do corte sempre original que imprime às suas roupas, mas também de como é preciso quebrar o mito de que moda é uma área elitista. “Minha trajetória é o exemplo disso. Eu tive toda uma história de vida que me levou à moda”, disse Pimenta, que teve seu primeiro contato com os tecidos e roupas ainda na adolescência, quando integrou um projeto da prefeitura de Ribeirão Preto para auxiliar jovens a conseguir um primeiro emprego.

“Eu sempre gostei de lidar com roupas, tecidos… E fui trabalhar como empacotador das Pernambucanas. Um mês depois já fazia moulage nos manequins da loja. E em pouco tempo virei vitrinista. E assim foi até chegar aqui hoje”, relembrou ele. “É muito bom poder dizer às pessoas que elas também podem, que elas têm de acreditar e trabalhar duro para isso.”

As atividades entre a SPFW e os CEUs seguem durante toda a semana. Na sexta, o próprio Pimenta irá ao CEU Tiquatira para ministrar um workshop. “Vamos levar peças desta coleção e literalmente desmanchá-las. Vamos mostrar aos alunos como a gente constrói as roupas. Vamos revelar nossos segredos”, brincou ele.

Entre outras atividades do Moda no CEU, durante esta semana, a exposição “Ouro Branco – Pérola Negra”, com fotografias de Bob Wolfenson, ocupa o CEU Jardim Paulistano, na zona norte. No dia 3 de abril, no CEU Pera Marmelo, zona oeste, o fotógrafo participa, às 11h, de um bate-papo com o público.

O curador da exposição “Movimento Entrópico”, que ocupa a SPFW nesta semana, Eder Chiodetto, ministra palestra no dia 2 de abril, às 11h, no CEU Vila do Sol, zona sul. Chiodetto já foi repórter-fotográfico, editor e tem no currículo mais de 60 exposições no Brasil e no exterior como curador independente.