No palco do Domingão do Faustão, o ator José de Abreu expressou sua opinião sobre a política e deu sua versão a respeito da polêmica do ‘cuspe’ que ele teria disparado contra um casal em um restaurante japonês recentemente.

Era para ser uma participação do ator no quadro “Arquivo Confidencial”, ontem, no Faustão, mas o rumo da conversa mudou e o ator aproveitou para se explicar. “Não posse me arrepender de um ato impensado, não sou responsável”, disse. “Nunca cuspi em ninguém, nunca briguei com ninguém, não tenho um processo sequer. A atitude dele (do advogado com se envolveu na polêmica) foi pensada, a minha não”.

Na discussão, José de Abreu disse que perdeu o controle quando ele e sua companheira foram hostilizados. “Minha esposa foi chamada de vagabunda”, relembrou.