Justin Timberlake, cantor que esteve no Brasil em setembro deste ano para um show no Rock in Rio, foi eleito pela revista norte-americana GQ como o homem do ano de 2013.

Apesar de ser um sucesso musical, Timberlake enfrenta críticas nos EUA por sua atuação no filme Runner Runner, cuja arrecadação com a bilheteria somou apenas US$ 8 milhões nos primeiros dias de exibição, valor considerado baixo pelos US$ 30 milhões investidos para produzir o filme.

Mas enquanto as coisas vão mal no cinema, com seu disco “The 20/20 Experience Part 2” a situação é inversa, estando o álbum no topo das paradas.

Para a revista GQ, o que fez Timberlake ser escolhido foi sua visibilidade nas rede sociais, independentemente de ser citado de forma negativa ou positiva, já que a internet é hoje o meio mais eficaz de medir o sucesso de um artista.

Mesmo com as críticas, no que depender do cantor, os fãs ainda poderão vê-lo se apresentando nos palcos ou atuando nas telonas do cinema.