O Gabi Quase Proibida de hoje, no SBT, revela a intimidade do cartunista Laerte Coutinho. Bissexual declarado e considerado o crossdresser mais famoso do Brasil, ele adotou jeitos, roupas, maquiagem e até mesmo depilação feminina. “Vou ao salão, faço depilação total de virilha.” A revelação ainda surpreende alguns dos seus fãs, mas a opção pela bissexualidade, por mais recente que pareça vem de longa data.

“Aos 17 anos tive uma experiência (sexual), com um amigo, mas a pressa do momento leva a experiências dolorosas”, contou ele. Na entrevista ele explicou porque “saiu do armário” aos 59 anos. “A percepção da homossexualidade foi, para mim, muito assustadora. Quando me assumi como profissional do desenho, já tinha colocado a homossexualidade debaixo do tapete”.

Na conversa com Marília Gabriela ele revela detalhes do seu dia a dia. Laerte contou que está “considerando colocar silicone nos seios”, mas que não faz distinção entre homens e mulheres. “Estou aberto para ambos (homens e mulheres), mas minha fissura sexual está bem menor. Também vou ao banheiro masculino, sou “flex””, diz, bem humorado o homem que depois de ter saído do armário prefere sair de saias e salto alto. “Uso sapatos de salto modesto, de doze centímetros para baixo”.