A Capitania dos Portos vai instaurar inquérito para a apurar o incêndio em uma embarcação avaliada em R$ 11 milhões na tarde de terça-feira, 15, no canal entre Guarujá e Bertioga, no litoral sul de São Paulo. A embarcação Permesso, de 23 metros de comprimento, pertence ao empresário Alexander Augusto de Almeida, conhecido como o “Rei do Camarote”. O prazo para conclusão das investigações é de 90 dias.

Segundo relato de testemunhas, o fogo começou às 15h30, mas não há informações sobre quantas pessoas estavam a bordo da lancha, que tem capacidade para transportar 19 passageiros. De acordo com a Capitania, a documentação do barco está regular e o veículo ficava atracado em uma marina de Guarujá.

Por razões ainda desconhecidas, o incêndio só foi informado após as 18h e, como já estava escuro quando os homens da Marinha chegaram ao local, os peritos não conseguiram concluir a perícia, que será retomada nesta quarta-feira, 16.

O proprietário da lancha ainda não se pronunciou sobre o caso.