Com a implantação das novas regras da ortografia, em vigor desde 1.º de janeiro deste ano, muitas pessoas estão enfrentando dificuldades sobre a maneira correta de se escrever certas palavras.

Para solucionar tal problema, as escritoras Maria Fernandes e Naiara Raggiotti estão lançando a coleção Ortografia sem segredos. Composta por oito volumes a coleção visa o ensino das novas regras desde o primeiro até o oitavo ano do Ensino Fundamental, fazendo com que os alunos aprendam desde cedo a nova grafia.

De acordo com Maria Fernandes, os cinco primeiros volumes da coleção são para o Ensino Fundamental I, já os três últimos, para o Ensino Fundamental II. “A nossa intenção é ajudar os alunos a escrever corretamente e melhor, partindo da leitura e compreensão dos assuntos, e não decorando, como normalmente acontece”, explica.

A ideia da construção da coleção aconteceu em 2008. “Quando foi decidido que a ortografia iria mudar, pensei: este é o momento certo de criar a coleção. São livros que ensinam de forma específica as novas regras da ortografia. Cada volume diz respeito à cada série de ensino. Não criamos livros para o nono ano do Ensino Fundamental, por acreditarmos que quando o aluno chega à essa série, já está pronto para escrever bem e corretamente”, explica.

Sobre as novas normas, Fernandes afirma ser uma mudança benéfica para a língua portuguesa. “As mudanças são poucas, vieram para simplificar e unificar os países que falam a nossa língua. Para os brasileiros as mudanças serão muito pequenas, mesmo assim, o prazo de adaptação é bem longo, todos terão tempo para se adaptar”, avalia a escritora.

A dificuldade das novas regras não será problema para os alunos que aprenderam a língua portuguesa nas antigas regras. “Acredito que os alunos que prenderam pelo método antigo não terão dificuldades em se adaptar. Para minimizar o impacto, os professores poderão ensinar a língua comparativamente, assim, os alunos verão de forma interativa qual é a maneira correta ou não de escrever”, sugere.

Dúvidas

O telegramática da Secretaria de Educação da Prefeitura de Curitiba existe desde 1985. Porém, desde o último dia 5, a equipe que esclarece dúvidas de português afirma que o movimento aumentou 20%. “A cada dez ligações que recebemos, nove são relacionadas às novas regras ortográficas”, contabiliza a coordenadora do telegramática da Prefeitura, Beatriz Castro Cruz.

As dúvidas são solucionadas por uma equipe de cinco consultores – professores formados em Letras – e outros dois funcionários da prefeitura que, tomam como base, um acervo de 700 publicações, como dicionários comuns e específicos, voltados a profissões e disciplinas como medicina, direito, entre outras. O telefone do Telegramática é (41)3218-2425.