“Dia de luz, festa de sol, e o barquinho a deslizar, no macio azul do mar…” Poucas pessoas não conhecem a letra desta canção, que já foi interpretada por grandes nomes da Música Popular Brasileira (MPB), como Leila Pinheiro, Elis Regina e Maysa.

Agora, ela serve de inspiração para o título de um livro sobre a vida de seu autor, o músico, compositor e produtor Roberto Menescal. A obra O barquinho vai…, de autoria da escritora Bruna Fonte, chegas às livrarias de todo País neste mês de outubro, com lançamento previsto para o próximo dia 20, em São Paulo.

Roberto Menescal é um dos criadores da Bossa Nova e a ideia de escrever o livro partiu de uma entrevista que a autora realizou, no ano de 2008, com o compositor.

“Na ocasião, Roberto me contou tantas histórias interessantes que eu fiquei impressionada ao descobrir que aquilo ainda não havia sido registrado em livro. Então, realizei outras entrevistas com ele, conversei com outros artistas descobertos ou produzidos por ele, reuni material e organizei a obra, cujo prefácio é assinado pelo escritor Paulo Coelho (amigo de Menescal)”, conta Bruna.

O livro é narrado em primeira pessoa, como se o próprio compositor estivesse narrando suas histórias. Desta forma, a autora manteve algumas características da fala do compositor.

Ao longo da obra, são privilegiadas não somente as histórias dos tempos da Bossa Nova – sua parceria com Ronaldo Bôscoli, a amizade com Tom Jobim, João Gilberto e Vinícius de Moraes – como também histórias inéditas dos bastidores da música brasileira desconhecidas do grande público.

“O livro é bastante variado justamente porque Roberto Menescal trabalhou com vários estilos de música brasileira. Na obra, falo um pouco da vida pessoal do artista, seu início de carreira, seu trabalho como diretor da gravadora Polygran e realizações mais recentes”, afirma Bruna.

Além de Paulo Coelho, Ivan Lins, Oswaldo Montenegro, Miele, Cacá Diegues, Carlos Lyra, Leila Pinheiro, Marcos Valle e André Midani contribuem com o livro através de depoimentos.