Uma nova moda começa a tomar conta de casas noturnas de Miami, no estado da Flórida, nos Estados Unidos. Moças que frequentam a noite da metrópole americana estão abolindo o uso de roupa.

Elas se valem unicamente de fita isolante, dessas que você usa em sua casa nas instalações elétricas. Quem começou com essa brincadeira foi o designer Joel Alvarez. Ele fez uma performance com algumas modelos: mandou que elas tirassem as roupas e construiu em seus corpos efeitos gráficos, além de cobrir os órgãos genitais e seios.

O objetivo de Alvarez foi a de fisgar as pessoas ligadas ao fetichismo, erotismo e hedonismo. O resultado foi a eclosão de uma febre, principalmente depois que o grupo desembarcou em Nova York e Las Vegas. Quer vitrine maior para lançar do que as boates da NYT, conhecida como a Capital do Mundo ou os salões da Meca dos jogatina?

Muitas moças se interessaram em aderir à moda e logo a vestimenta Black Tape desembarcou também na Europa. Mas não se enganem: até a roupa com fita isolante comporta o visual básico e o sofisticado. A modelo pode escolher fitas prateadas e douradas, além de usar cristais também.

Será que a moda pega por aqui? Veja as variações de Black Tape:

roupa-2

 

roupa-3