Após 17 anos à frente da bateria da Imperatriz Leopoldinense, Luiza Brunet perdeu sua majestade. A direção da escola explicou em nota que pesou na decisão o fato de Brunet não estar presente nos ensaios e atividades da escola durante os preparativos para o desfile de 2012. “Luiza é maravilhosa, uma personalidade ilustre. Até por isso, sua agenda é muito atribulada e ela não pôde comparecer a diversos ensaios e eventos promovidos pela escola”, disse a assessoria de imprensa da Imperatriz, que ainda contou que ela perdeu o posto mas não foi desligada da escola. “Ano que vem, ela poderá ser destaque ou o que ela quiser”. Durante o carnaval deste ano, Luiza chegou a afirmar que gostaria de entrar para o livro dos recordes como a rainha que ficou mais tempo à frente de uma bateria.

Ontem várias beldades do Carnaval carioca lamentaram a saída de Brunet. Para Renata Santos, da Mangueira, a notícia causou muita surpresa no mundo do samba. “Foi uma bomba quando li, pois a Brunet fez a história dela na Sapucaí. E uma história linda. Com certeza vai fazer falta no Carnaval. Adoro ela e sempre a respeitarei. É uma rainha que tem uma elegância única”.

No Salgueiro desde 2007, Viviane Araújo faz coro. “A Brunet é um ícone. Ela é linda e tem um estilo próprio que sempre encantou a todos, além da elegância. O público sempre espera pela passagem dela. Para a Imperatriz é uma perda grande”, diz.

Rainha da União da Ilha, Bruna Bruno acredita que a ex-modelo será sempre um exemplo para as colegas. “A Brunet é uma fonte de inspiração para todas nós. A identificação dela com a escola sempre foi enorme. Foram muitos anos de Avenida e o público vai sentir falta. Acho uma pena a saída dela da Imperatriz’.

“Existem certas pessoas que são esperadas pelo público que vai ao Sambódromo e a Brunet é uma delas”, completou Thatiana Pagung, ex-rainha da Mocidade Independente.