O maestro Janos Acs trabalha
com os três famosos tenores.

O maestro húngaro Janos Acs trabalhou durante a semana na regência da Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP). A apresentação, que acontece hoje, às 10h30, e amanhã, às 20h30, no Guairão, terá no repertório composições do compositor brasileiro Camargo Guarnieri e de Ludwing van Beethoven. A filha de Guarnieri, violonista Tânia, será a solista.

Esta é a terceira vez que Janos Acs rege a OSP. O húngaro é considerado hoje um dos grandes nomes da atualidade. Além de trabalhar com os três maiores tenores do mundo: Luciano Pavarotti, Plácido Domingos e José Carreras, é também diretor musical da Orquestra Sergio Failoni da Ópera Nacional da Hungria e titular da Orquestra Sinfônica da Hungria. Tendo como especialidade as tradicionais óperas italianas, Acs já trabalhou com Carlo Maria-Giulini e Francesco Molinar-Pedrelli; regeu as óperas de Bellini e Puccini e as 16 óperas de Verdi. Ele também foi professor do Conservatório de Música de Verona e do GB Viotti de Vercelli. Em seu repertório constam cerca de 150 obras entre óperas e sinfônicas. Entre suas inúmeras apresentações constam obras do músico brasileiro Carlos Gomes.

A apresentação no Guairão faz parte das homenagens ao centenário de nascimento de Camargo Guarnieri. O compositor paulista é considerado o maior artista do século 20, com mais de 700 composições. Foi também o fundador do Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo e da Orquestra Sinfônica da USP.

A violinista Tânia Guarnieri comenta que o concerto, que será apresentado em Curitiba, foi feito apenas uma vez na Alemanha. Apesar da intimidade que tem com a obra, Tânia diz que tem trabalhado muito na preparação das peças pelo fato de ter que criar a interpretação do Concerto N.º 2 para violino e orquestra a partir da partitura, pois não há gravações disponíveis da obra.

Tânia Guarnieri é uma das referências da música no Brasil, com diversas apresentações pelo País como recitalista e solista de várias orquestras, entre as quais a Orquestra Sinfônica de Belo Horizonte, a Orquestra Sinfônica da USP, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e a Orquestra Sinfônica do Paraná. No repertório em Curitiba estão as obras Suíte Infantil, seguida do Concerto N.º 2 para violino e orquestra, de Guarnieri, e para fechar a Sinfonia N.º 2 de Beethoven.

Serviço

Os ingressos para o espetáculo custam R$ 20 (platéia) e R$ 10 (1.º e 2.º balcões).