O apresentador Marcos Mion, 42, chegou ao Santuário de Aparecida, em São Paulo, nesta quinta-feira (23) após uma peregrinação de 110 quilômetros a pé. O artista saiu de Paraisópolis, em Minas Gerais, e percorreu o Caminho da Fé, rota oficial dos romeiros.

“Quem é peregrino sabe a intensidade necessária para dar conta de tantas subidas e descidas, buraco, pedra, lama, sol a pino e chuva torrencial (esses dois alternando a cada meia hora) nesse curto período. É muito difícil. Estou destruído”, disse ele em publicação feita em seu Instagram.

LEIA TAMBÉM:

>> Ícaro Silva provoca polêmica ao dizer que BBB é ‘entretenimento medíocre’

“Mas, ao mesmo tempo, nunca me senti tão forte espiritualmente. Soa como uma incongruência, eu sei, mas isso é se você não conhece ou não acredita no mistério”, completou. Ele começou a peregrinação na terça-feira (21), para cumprir com a promessa que fez por entrar na Rede Globo.

O apresentador segue dizendo que a caminhada foi difícil, e que enfrentou “joelhos duros, dor lacerante, bolhas nos pés, tornozelo queimando a cada passo”. Ele continua e afirma que não tinha mais forças, e que estava “segurando o choro, me controlando porque tenho que continuar o programa”.

“Andava e chorava! Alto! Sem controle algum. Gritando de chorar… que emoção indescritível. Que força. Nossa Senhora, te amo mãezinha. Obrigado por tanto e por andar ao meu lado. Eu sei que não estou sozinho. Nenhum peregrino está”, completou.

O artista chegou à Basílica acompanhado de sua esposa, Suzana Gullo, e filhos. Em seu Instagram, Gullo também homenageou Mion. “Eu sei o que você passou. Principalmente na vida, para chegar até aqui. Sei o quanto já sofremos, o quanto Ela nos segurou no seu colo, o quanto protegeu nosso casamento e nosso amor. Sempre aceitamos, entregamos, confiamos e agradecemos. E eu sempre estarei do seu lado”, disse.

Na legenda, ela contou que o apresentador decidiu pagar a promessa de última hora, porque precisava ser neste ano, e que ele decidiu andar 40 quilômetros por dia. “Na primeira parada já me ligou chorando. De emoção, de cansaço, de dor, tudo junto e misturado”, escreveu.

“Bolha no pé, ninguém contava com tanta subida, chuva, buraco, exaustão. Mas no choro tinha muita gratidão, e foi ali que começou seu caminho de pura conexão, imersão, gratidão à Ela, nossa mãe”, completou Gullo.

Web Stories

Beleza do Natal

8 decorações incríveis em shoppings de Curitiba pra você tirar foto

Novidades

2ª Temporada de Emily em Paris e filme com Leonardo DiCaprio estreiam nesta semana na Netflix

Quanto Mais Vida, Melhor

Paula avisa a Neném que foi presa

Pra refrescar

Curitiba tem opções da Day Use de piscinas! Veja!