Em atrito com o departamento comercial da Record, Marcos Mion apresentou uma proposta à Rede Globo recentemente, pensando em se mudar para a emissora concorrente.

Para mediar essa conversa, o apresentador pediu a ajuda de Deborah Secco, com quem contracenou recentemente no teatro, que levou o projeto para o diretor Ricardo Waddington.

Mas, segundo informações do site Notícias da TV, a negociação não vingou. A emissora não se interessou pela ideia de criar um programa de humor para o público jovem, como Mion sugeria.