A atriz Míriam Pires morreu hoje de manhã de toxoplasmose, depois de passar um mês e meio internada no Centro Médico Bambina, no Rio. Ela tinha 77 anos e, por causa da doença, deixou a novela “Senhora do Destino”, em que vivia a governanta Clementina, melhor amiga da protagonista, Maria do Carmo, personagem de Susana Vieira. O autor da novela, Agnaldo Silva, que escreveu para ela este e outros personagens marcantes como dona Quirina, de “Pedra sobre Pedra”, lamentou sua morte. “Ela foi um ícone da televisão brasileira”, disse. “Mesmo sem ter sido protagonista, soube tirar proveito de todos os seus personagens. A tevê brasileira tem um pouco o rosto de Míriam Pires.”