Um dos mais tenazes autores do quadrinho nacional, morreu nesta quinta-feira, 11, o quadrinista baiano Antônio Cedraz, segundo informou o Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte. Autor da nacionalista Turma do Xaxado, uma trupe de crianças nordestinas nos moldes da Turma da Mônica, Cedraz criou seu próprio nicho no mundo das Hqs.

Nascido em Miguel Calmon (BA), Antônio Luiz Ramos Cedraz faria 70 anos em maio. Fã de Flavio Colin, Shimamoto e outros mestres, teve reconhecimento no exterior e ganhou aqui quatro prêmios HQ Mix (o mais importante dos quadrinhos nacionais) e foi nomeado Mestre pelos colegas do prêmio Ângelo Agostini.