O músico paranaense João Lopes, compositor do clássico “Bicho do Paraná“, se recupera bem dos transplantes de rim e fígado feitos na última terça-feira (30), em Curitiba. A família do artista ficou emocionada com as diversas manifestações de carinho recebidas nos últimos dias, bem como agradeceu as doações de sangue recebidas em nome de Lopes para repor o material utilizado no procedimento.

“Estamos extremamente emocionados também com tantas manifestações de carinho Não imaginava que o papai fosse tão querido. Só temos a agradecer por tanta vibração boa, orações, mensagens, ligações”, disse Julia Gandara Lopes Silva, filha de João Lopes, à Tribuna do Paraná. “Meu pai está se recuperando melhor do que o esperado e estamos muito felizes. Deus operou um milagre em nossas vidas”, acrescentou.

João Lopes foi operado no Hospital São Vicente. Julia fez questão de agradecer ao corpo clínico da instituição pelo atendimento dado ao pai. “Tenho que agradecer e mencionar a equipe do Dr. Nertan (Nertran Luiz Tefilli), responsável pelo transplante. Temos certeza que se o pai está vivo é graças a competência da equipe dele, e também do Hospital São Vicente“, agradeceu.

Quem quiser ainda pode doar sangue dos tipos AB+, A+ e B+ na Santa Casa de Misericórdia de Curitiba.

Apesar da longa carreira, com rico material composto e gravado, João Lopes ficou conhecido como “Bicho do Paraná”. A canção de mesmo nome é muito conhecida e apresentada como o “hino não oficial” do estado do Paraná. Ela ficou mais famosa ainda quando passou a integrar uma campanha da RPC TV (então TV Paranaense) e ganhou projeção nacional quando passou a ser utilizada pelo Banco Bamerindus em uma de suas campanhas, em 1985.

Relembre:

Veja abaixo entrevista concedida pelo artista à Gazeta do Povo em 2017: