Foto: Divulgação
Maria Bueno, a santa, segundo crendices.

O Teatro Novelas Curitibanas, espaço da Prefeitura Municipal administrado pela Fundação Cultural de Curitiba, inicia a temporada de espetáculos 2007 com a peça Maria Bueno, a santa (tipicamente) curitibana, escrita e dirigida por Cesar Almeida. As apresentações têm início nesta quarta-feira (17), com sessões de quarta-feira a sábado, às 21h, e aos domingos, às 20h, até o dia 11 de fevereiro. O ingresso deve ser trocado por uma lata de leite em pó, na bilheteria do teatro.

A produção da peça está a cargo da companhia Rainha de 2 Cabeças Teatro e Dança, que há mais de vinte anos realiza um trabalho de resgate da cultura paranaense. Com uma narrativa acessível, a peça é centrada na figura lendária de Maria Bueno, personagem enigmática da história curitibana que, morta em 1893, é cultuada como santa. A pesquisa realizada pelo diretor Cesar Almeida transforma Maria Bueno em uma mulher politizada, defensora de direitos feministas numa época em que essa expressão nem mesmo havia sido criada.

A peça tem cenários de Geraldo Kleina, figurinos do estilista Alex Sandro e no elenco estão os atores Kassandra Speltri, Ludmila Nascarella, Caike Luna, Mateus Zucolotto e Carlos Vilas Boas.

A montagem Maria Bueno é um dos quatro trabalhos selecionados pelo edital do Programa de Fomento para o Teatro Novelas Curitibanas Temporada 2007, que dividirão o apoio financeiro de R$ 200 mil oriundo do Fundo Municipal de Cultura. Até o mês de dezembro, o palco do Teatro Novelas Curitibanas abrigará ainda as peças Sobre tempos fechados, de Marcos Damaceno (Dama Produções Artísticas); O amor, seja como for, de Fátima Ortiz (Pé no Palco Atividades Artísticas), e O banho, de Fabiana Resende (Resende e Ribas Ltda).

A retomada de atividades do Teatro Novelas Curitibanas reafirma o objetivo de transformar o espaço em centro de excelência na área teatral. Depois de permanecer fechado por sete anos, o teatro foi reaberto em setembro do ano passado, com a apresentação da peça Sob a influência – Cinco obras inspiradas por Curitiba, reunindo textos dos diretores Márcio Abreu, Edson Bueno, Fernando Kinas, Marcelo Marchioro e Felipe Hirsch.

Serviço:

Teatro Novelas Curitibanas (Rua Carlos Cavalcanti, 1222), Peça Maria Bueno, a santa (tipicamente) curitibana – Texto e direção: Cesar Almeida.