O fim de semana do Paulínia Festival de Cinema foi marcado pelos atrasos nas exibições e pela grande presença do público. Cerca de mil pessoas não conseguiram entrar no Theatro Municipal para assistir ao longa “O Palhaço”, de Selton Mello, exibido na noite de sexta-feira. Houve um princípio de confusão entre a organização e o público. Para contornar, a produção do festival realizou uma nova sessão após o término da primeira. Foram anunciadas também mudanças no esquema de distribuição de ingressos, que são grátis. Para evitar filas, agora o público deve retirá-los com antecedência. Anteontem, durante a exibição do longa “Meu País”, de André Ristum, o problema dos ingressos já tinha sido sanado. Deste título também houve exibição extra após a sessão principal.

“O Palhaço” e “Meu País” foram os destaques do fim de semana. Mas o festival também exibiu na sexta-feira os curtas “O Cão”, de Emiliano Cunha e Abel Roland, e “Polaroid Circus”, de Marcos Mello e Jacques Dequeker, e o documentário “Uma Longa Viagem”, de Lúcia Murat. No sábado foi a vez dos curtas “A Grande Viagem”, de Caroline Fioratti, e “Tela”, de Carlos Nader, e também do documentário “Rock Brasília – Era de Ouro”, do diretor Vladimir Carvalho.

José Padilha, diretor dos filmes “Tropa de Elite 1 e 2”, também marcou presença no evento. Ele participou no sábado de um debate com os distribuidores Marco Aurélio Marcondes, Fábio Lima e Wilson Feitosa sobre novas formas de distribuir filmes no Brasil, utilizando como exemplo o caso do “Tropa de Elite 2”. Na mesa também estava Federico Goldenberg, responsável pelo site YouTube no Brasil. Junto com Padilha, ele demonstrou como o site tem ajudado a divulgar o cinema nacional. Durante o festival, o YouTube lançou um portal de Cinema, que pode ser conferido no endereço www.youtube.com.br/cinema.

Música – Caetano Veloso e Seu Jorge se apresentaram na noite de sexta-feira dentro do Paulínia Fest, festival de música que acontece paralelamente ao de cinema. O show de Caetano foi marcado pela simplicidade, já que ele se apresentou no esquema banquinho e violão. Caetano, autor de diversas trilhas para o cinema, aproveitou para tocar sua nova música “Reis e Ratos”, trilha para o filme homônimo de Mauro Lima. O cantor também convidou ao palco a cantora Thalma de Freitas e o violonista César Mendes. Depois, foi a vez de Seu Jorge assumir os vocais, e fez uma apresentação bem mais animada, tocando os principais clássicos.

No sábado, o Paulínia Fest foi encerrado com os shows de Gilberto Gil e Vanessa da Mata. Gil, que acabou de voltar do Nordeste, onde foi se apresentar nas tradicionais festas juninas, transformou o local num verdadeiro palco de forró, com direito a zabumba e acordeão. Vanessa da Mata fez show em seguida cantando músicas de seu novo álbum “Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias”. As informações são do Jornal da Tarde.