Divulgação
O cantor, guitarrista, gaitista e tecladista inglês tem 40 anos de carreira e 56 discos lançados. Ele irá tocar na nova casa de shows de Curitiba, o John Bull Music Hall.

O bluesman britânico John Mayall vem para Curitiba no dia 18 de maio para única apresentação. O show irá inaugurar a nova casa noturna da cidade, o John Bull Music Hall, que faz parte da rede de bares John Bull.

O cantor, guitarrista, gaitista e tecladista inglês fará sua primeira apresentação na capital paranaense. Ao longo de mais de 40 anos de carreira e 56 discos lançados, ele virá ao País para comemorar seus 75 anos de vida. O músico também estará divulgado seu mais recente álbum, In the palace of the king, além de cantar clássicos de sua extensa carreira.

Acompanhando Mayall, estará sua banda, a The Bluesbreaker, que conta com Buddy Whittingon na guitarra, Hank Van Sickle no baixo e Joe Yuele na bateria. A banda está há 15 anos com essa formação.

Mayall, que é considerado o ?The Godfather of British Blues? (algo como ?o poderoso chefão do blues britânico?) já dividiu o palco com verdadeiros ?monstros? da música, como Eric Clapton, Jack Bruce (do Cream), Peter Green e John McVie (do Fleetwood Mac), Mick Taylor (do Rolling Stones), entre outros artistas renomados.

Nascido em 29 de novembro de 1933, em uma pequena aldeia perto de Manchester, Mayall é o mais velho de três irmãos. Com 13 anos de idade, ele aprendeu a desenvolver um estilo próprio de tocar, mas claramente influenciado por grandes artistas do blues norte-americano como Leadbelly, Albert Ammons, Pinetop Smith e Eddie Lang.

A partir dos anos 60s, Mayall muda-se para Londres para investir na sua carreira. Após algumas mudanças de formação, a banda de Mayall chama Eric Clapton, recém-saído do Yardbirds. Dessa reunião surgiu o álbum Blues breaker with Eric Clapton, sucesso de crítica e público.

O bluesman já recebeu disco de ouro, indicações ao Grammy, um documentário produzido pela rede britânica BBC e recentemente recebeu um Officer of Order of the British Empire (OBE – Ordem do Império Britânico, em português) na lista de honra da rainha Elizabeth.

Sobre a casa de show

Foto: Anderson Tozato
Segundo os sócios Gilberto Carvalho e Reyzinho Accioly, o John Bull Music Hall, da rede de bares John Bull, será para um  público mais adulto.

A casa de shows John Bull Music Hall surgiu da parceria entre os empresários Reyzinho Accioly e Gilberto Carvalho. De acordo com os sócios, o espaço nasceu para suprir uma lacuna de casas do gênero em Curitiba. ?Nós queríamos que existisse um lugar estilo Bourbon Street, de São Paulo. Resolvemos criar então esse lugar, que terá capacidade para 600 pessoas sentadas. Tivemos a idéia também de fazer um cardápio sofisticado e light para nossa clientela, que será elaborado pelo chef Luís Amorim, que é irmão do Beto Batata?, disse Accioly.

Para Carvalho, a intenção do projeto é de criar um espaço para um público mais adulto. ?A casa será voltada para o público acima dos 30 anos, que procura um lugar para dançar e/ou ficar acomodado em mesa. Iremos funcionar três vezes por semana e pretendemos trazer shows de artistas que estão no gosto desse público. Não ficaremos presos somente ao blues e ao rock and roll. Poderemos trazer apresentações de MPB e Bossa Nova, mas nada de artistas populares?, brinca.

Os sócios contam como funcionará a casa. ?Queremos fazer com que as pessoas se sintam confortáveis aqui dentro. Iremos dar atendimento VIP, teremos cinco bares e uma área para os fumantes, pois não será permitido fumar dentro do recinto?, afirmam.

Sobre a inauguração com um artista renomado do blues, eles comentam que essa será a intenção do espaço. Para os dois, é um prazer poder trabalhar e contribuir com a cidade em trazer músicos de qualidade para fazer apresentações aqui. Os sócios acreditam que a casa estará cheia no dia do show. ?Está tendo muita procura. Tem gente até de outros estados ligando para gente para reservar uma mesa. Estamos confiantes de que iremos estrear com o pé direito, até porque é uma oportunidade única ver uma lenda do blues ao vivo em Curitiba?, afirmam.