Conseguir lotar um espaço cênico hoje em Curitiba, devido à diversidade de espetáculos e teatros existentes na capital paranaense, não é uma tarefa fácil. A cia de teatro amador O Tapa teve casa cheia com o espetáculo “A Morte da Música”, no sábado passado no Teatro Cultura. Voltando aos palcos após um período afastado em função de outros projetos, o grupo confirma o sucesso que lhe rendeu menção honrosa por melhor caracterização e adereços no I Festival Cultura de Teatro Amador e uma parceria com o próprio teatro.

O excelente retorno de público no primeiro dia de apresentação deve-se ao teor do texto, considerado pela mídia especializada como crítico e no mínimo polêmico. “Conseguir manter a harmonia dentro de um grupo com 11 pessoas é uma tarefa quase impossível, mas nada que uma boa conversa não resolva. O mais legal de se trabalhar com pessoas que você conhece e confia é saber separar a hora de brincar e a de trabalhar”, revela Vagner.

Ainda é possível prestigiar o espetáculo, que fica em cartaz até o dia 25 de setembro, todos os sábados a partir das 21h00 no Teatro Cultura. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 224-7581.

Sinopse

Uma crítica ao atual estágio da música brasileira e a conflitos políticos do momento em que a sociedade atravessa. A música foi seqüestrada pelo lacaio do Diabo. O lacaio é representado na peça pela figura do presidente dos EUA, George W. Bush.