No dia 20 de julho de 1944 um grupo de oficiais nazistas tentou matar Adolf Hitler e quase conseguiu realizar um bem-sucedido golpe de estado. A corajosa ação, batizada de Operação Valquíria, falhou e a maioria dos envolvidos foi executada. A história é tema do filme Operação Valquíria, estrelado por Tom Cruise, que virá ao Brasil para pré-estreia do longa em fevereiro. Antes disso, três editoras (Record, Novo Século e Planeta) aproveitam que os holofotes estão apontados para o assunto e lançam diferentes livros, todos com o mesmo título: Operação Valquíria.

O roteiro do filme Operação Valquíria, no entanto, não foi baseado em nenhum dos títulos. Na realidade, o que aconteceu foi o inverso. O autor alemão Tobias Kniebe (da editora Planeta) e o espanhol Jesús Hernández (da Novo Século), decidiram escrever o livro após tomarem conhecimento da produção de Tom Cruise. “Queria contar a história real e não hollywoodiana”, disse Kniebe por e-mail ao Jornal da Tarde. “Acho que o filme dará um forte impulso ao livro. Na Espanha já estamos na terceira edição”, completou Hernández, também por e-mail.

Em março é a vez da Ediouro lançar mais um título sobre o tema. Killing Hitler: The Plots, The Assassins, and the Dictator Who Created Death. Com título provisório em português de Quero Matar Hitler, o livro terá 400 paginas e falará sobre as tentativas de assassinato do fuhrer.

Pré-estreia

O ator Tom Cruise visita o Rio de Janeiro no dia 3 de fevereiro, acompanhado da mulher, a atriz Katie Holmes, e da filha Suri, de 2 anos, e deverá participar de uma coletiva de imprensa e da pré-estreia do filme Operação Valquíria no Cine Odeon, no centro da cidade. Seu personagem no longa – o coronel Claus von Stauffenberg – foi um dos mais ativos da conspiração na Alemanha. Depois de ser chamado de traidor, é hoje considerado herói nacional. O filme chega aos cinemas brasileiros no dia 13 de fevereiro.